As Ilhas Féroe são um território dependente da Dinamarca, um arquipélago praticamente não habitado. Até a semana passada, as ilhas isoladas eram um dos poucos locais do mundo desenvolvido que não tinham sido capturados pelo Google Street View. Mas as ovelhas de lá deram uma mãozinha para que qualquer pessoa com conexão com a internet pudesse ver as estradas, penhascos e quedas d’água das “ilhas das ovelhas” ou “ilhas dos carneiros”.

A iniciativa começou com uma ação do ministério do turismo das Ilhas Féroe, que enxergaram no Street View uma boa plataforma para impulsionar as visitas ao local. Afinal, é um lugar bastante remoto e uma olhadinha nas paisagens poderia incentivar as pessoas. Para chamar a atenção do Google, eles escolheram algumas das 80 mil ovelhas do arquipélago para trabalhar capturando as imagens.

Imagem: Google Street View

Colocaram câmeras de 360° alimentadas por painéis solares nas costas dos bichinhos e passaram a tirar as fotos. Os passeios dos carneiros renderam algumas imagens bem bacanas das montanhas e vistas do oceano. E foi o suficiente para o Google embarcar na empreitada. Apesar de muitas das imagens ficarem boas, a empresa queria uma documentação mais rigorosa das Ilhas. Eles, então, contrataram alguns excursionistas para fazer a captura.

O resultado foi ao ar na semana passada e, de acordo com o Washington Post, a iniciativa já está fazendo bem ao turismo local: as reservas para hotéis cresceram 10% em relação ao ano passado.

[Earther]

Imagem do topo: Grégoire Sieuw/Visit Faroe Islands