A Nokia já anunciou que vai trocar de presidente, colocando no cargo Stephen Elop, executivo da Microsoft responsável pela divisão Office. Agora o vice-presidente executivo da Nokia, Anssi Vanjoki, se demitiu do cargo. E o presidente do conselho da empresa, Jorma Ollila, planeja sair em 2012. Sem dúvida, a Nokia está mudando, mas será que vai conseguir reviver seus dias de glória?

O presidente e CEO atual, Olli-Pekka Kallasvuo, está no cargo desde 2006 e foi um dos responsáveis pelos aparelhos bem-sucedidos da série N, como o N95 – mas desde então, a Nokia não lançou um smartphone tão bem-sucedido como ele, e vem perdendo espaço para o iPhone e aparelhos com Android. Ele sairá do cargo semana que vem, passando-o para Stephen Elop.

Anssi Vanjoki está na Nokia desde 1991, é chefe de Mobile Solutions desde 2008 e foi mais um dos responsáveis pela N-series e pelo N95. Ele se demitiu no sábado porque era considerado o candidato mais provável para assumir a presidência da Nokia – o que obviamente não aconteceu. Em entrevista, Vanjoki disse: "eu concorri a este cargo [de presidente] duas vezes… quando você não o consegue pela segunda vez, é um pouco demais". Vanjoki sairá da Nokia em seis meses.

E mais um executivo disse que vai sair da empresa: o presidente do conselho, Jorma Ollila, deve sair em 2012. Ele vai ajudar na transição que Stephen Elop, o novo presidente, vai fazer. Alguns analistas temiam que Ollila impedisse Elop de realizar mudanças profundas na gigante finlandesa, mas isso aparentemente não será problema. Ollila foi CEO da Nokia por 14 anos, até 2006, e foi o responsável por transformar a empresa numa gigante mundial dos celulares.

Todas estas mudanças estão sendo anunciadas enquanto rola o Nokia World, evento da empresa que mostrou novidades na área de smartphones como o E7, C6 e C7 – aparelhos com boas especificações e que rodam Symbian^3.

A Nokia agora parece pronta pra encarar diversas mudanças profundas. O que você quer que a Nokia faça diferente? [Wall Street Journal e Reuters; imagem via]