O HandBrake foi criado no longínquo ano de 2003 como uma ferramenta de código aberto para ripar DVDs. Desde então, ele se tornou um dos principais softwares gratuitos para conversão de vídeos – mas só saiu do beta recentemente.

A versão 1.0 do HandBrake – disponível para Windows, Mac e Linux – levou treze anos para ser feita. No anúncio oficial, os desenvolvedores citam uma frase do engenheiro de software Fred Brooks: “como um projeto chega a um ano de atraso?… Um dia de cada vez”.

Segundo o artigo oficial “A História do HandBrake”, o programa foi inicialmente desenvolvido por Eric “titer” Petit para o BeOS (lembra dele?), e então portado para outros sistemas operacionais. Petit saiu do projeto em 2006, mas graças à natureza do código aberto, o software continuou a ser desenvolvido pela comunidade.

handbrake

O HandBrake 1.0 inclui mais de 1.700 commits (isto é, mudanças inseridas no código-fonte), com correções de bugs, suporte a vídeo VP9 – que ocupa menos espaço sem tanta perda de qualidade – e alguns recursos novos. É possível pausar e retomar a codificação de vídeos no Windows, por exemplo; e desfazer/refazer ações no Mac clicando em um botão, sem recorrer à linha de comando.

Ele tem presets para dispositivos Android, Chromecast, PlayStation, Xbox, e até para enviar arquivos de vídeo pelo Gmail. Falta, no entanto, uma opção de traduzir a interface – o programa está disponível apenas em inglês. Será que isso ficou para a versão 2.0?

[HandBrake via 9to5Mac]