A Reuters diz que a HP pode trazer de volta o tablet com uma das mortes mais rápidas da história. Em entrevista, Todd Bradley, chefe da divisão de computação pessoal da HP – que logo deve ser vendida – solta uma surpresa:

Bradley disse que a empresa poderia ressuscitar o tablet de vida curta HP TouchPad, que foi apresentado em 1° de julho mas cancelado apenas seis semanas depois.

“A computação em tablets é um segmento do mercado que é relevante, com certeza”, disse Bradley.

Alguns pontos: “poderia” não significa nada. A HP “poderia” fazer o que quisesse. E Bradley é o capitão de um barco que está ou afundando, ou prestes a receber um novo capitão, ou no mínimo entrando em águas sombrias. Então é claro que Bradley diria qualquer coisa para aumentar a confiança tanto nele, como na divisão dele na HP. Enfim, ele poderia estar vendo os interesses dele mais do que dando uma dica sobre o futuro.

Mesmo assim, seria ótimo ver o TouchPad voltar e ter uma chance justa de lutar no mercado de tablets. [Reuters]