Dois meses depois que a Apple processou a HTC por violar 20 patentes, a HTC dá o troco, alegando que a Apple violou 5 das suas patentes e pedindo à ITC para banir a importação e venda de todos os iPhones, iPads e iPods nos EUA.

A história, em resumo: alguns meses atrás, a Apple processou a HTC por 20 violações de patentes suas em smartphones — particularmente Androids — basicamente em uma manobra para atacar o Google. Pouco depois, a HTC anunciou um acordo de licenciamento de patentes com a Microsoft para os seus telefones Android. (Ela está pagando a Microsoft para licenciar tecnologias cujas patentes pertencem à Microsoft; o que soa estranho, considerando o relacionamento íntimo entre as duas empresas no que diz respeito ao Windows Phone.) E não ouviu um pio do Google nisso tudo.

Hoje, a HTC está contra-atacando a Apple em cinco patentes, ilustradas acima. Duas são relacionadas a gerenciamento de energia, duas são sobre discadores personalizados e uma é sobre um discador com memória de fácil acesso — definitivamente menos munição em comparação com a artilharia pesada que a Apple jogou para cima dela.

A HTC está requisitando à ITC que paralize a importação e venda de todos os iPhones, iPods e iPads, o que é uma requisição bem padrão neste tipo de acusação. Mas não se preocupe: o que quer que aconteça, você ainda vai conseguir comprar o seu iPad. Se a Apple acabasse levando pressão da ITC nesse caso, o máximo que aconteceria seria o anúncio de uma negociação entre as duas empresas, depois da qual ambas retirariam seus processos e voltaria para casa — uma delas ligeiramente mais pobre do que gostaria.

Êta mundinho divertido esse. [HTC via Fortune]