O Moblin é, claro, o Linux mobile open source que tem sido visto em telefones e netbooks com o processador Atom. O Maemo foi visto no Nokia N900, e foi basicamente considerado o salvador dos celulares da empresa, especialmente com a nova versão, Maemo 6, esperada para este ano.

Ninguém sabe se realmente precisamos de mais um OS de celular nesta vida, mas o MeeGo diz que vai "acelerar a inovação na indústria e o tempo-até-o-mercado em uma variedade de novos serviços e aplicações baseados em internet". Isso segundo representantes tanto da Intel quanto da Nokia, no Mobile World Conference, em Barcelona.

Informações mais concretas sobre o visual do MeeGo, ou mesmo explicações sobre porquê ele de fato tem uma razão de existir, eu não sei, mas devem ser reveladas logo. [MeeGo via TechRadar]