Usuários chineses de internet tornaram-se o principal alvo de malwares, de acordo com um relatório de segurança da Microsoft. A empresa diz que cerca de 47% dos “exploits” de software encontrados – que incluem gravação de teclas pressionadas e roubo de senhas – no primeiro semestre de 2008 eram em chinês, e apenas 23% eram em inglês.

Não é uma surpresa tão grande, dado que em junho a China ultrapassou os EUA em número de usuários de internet. Some-se isso ao aumento de usuários inexperientes com novas contas bancárias de classe média, e você tem um grande problema de segurança. A Microsoft recomenda constantemente fazer atualizações para corrigir vulnerabilidades, mas isso provavelmente não acontecerá, já que os updates mais novos do Windows contêm aquela medida de segurança com tela preta antipirataria. [Yahoo! News] (Flickr – Kai Hendry)