A Justiça de São Paulo vai poder enviar intimações pelo WhatsApp. Uma resolução publicada pela Coordenadoria dos Juizados Especiais Federais de São Paulo liberou o uso do app em todo o estado.

WhatsApp Beta ganha opção de apagar mensagens já enviadas no iOS
Chamadas em vídeo finalmente começam a chegar no WhatsApp

Mas para receber a intimação pelo WhatsApp, a pessoa vai primeiro precisar permitir que isso seja feito assinando uma autorização para o uso do app para envio dessas informações. A intimação passa a ser considerada feita caso seja lida em até 48 horas. Caso contrário, ela será enviada por outros meios.

O Tribunal Regional Federal quer dar uma modernizada no atendimento: com o WhatsApp sendo popular do jeito que é no Brasil, pode ser um meio eficiente de chegar ao público. O TRF também argumenta que isso vai reduzir custos: em vez de pagar para enviar uma carta e por um aviso de recebimento, o uso do WhatsApp é gratuito.

Para garantir que a pessoa saiba que a intimação de fato veio da Justiça, serão disponibilizados na internet os números que cada Juizado Especial e Turma Recursal vai usar para comunicar as pessoas. Além disso, a mensagem vai incluir a identificação da Justiça Federal, o número do processo e o nome das partes envolvidas.

[TRF3 via Tecnoblog]