O iPhone 5 tem um punhado de bons atributos, de melhorias em relação ao 4S. Dentre eles, o 4G LTE. Estamos ainda testando a rede 4G brasileira, mas é algo já com prazo e que a essa altura, ano que vem, deverá estar funcionando em algumas capitais. Dito isso, fica a dúvida: o novo iPhone conversará com o nosso 4G verde e amarelo?

Resposta curta: provavelmente não. Chegamos a essa conclusão ligando alguns pontos; se quiser percorrer esse caminho conosco, continue lendo.

Na primeira leva de países onde o iPhone 5 chegará, as redes 4G não são uniformes, ou seja, há uma pluralidade de frequências. Por isso a Apple colocou em seu site uma tabelinha contendo os países, operadoras e frequências compatíveis com seu novo smartphone. Nenhuma delas bate com as que serão usadas por aqui (2,5 e 2,6 GHz). Ok, talvez a lista seja restrita a esses países e possa ser expandida quando o iPhone 5 chegar a outros locais. Era a nossa esperança.

Mas esmiuçando a página do iPhone 5 no site da Apple, encontramos uma discrepância entre a versão norte-americana e a brasileira. Enquanto lá a uma menção direta ao 4G/LTE

Conexão LTE no site norte-americano do iPhone 5.

aqui no Brasil o mesmo espaço é ocupado por um “Conexão sem fio ultrarrápida”, com citações apenas às redes HSPA, HSPA+ e DC-HSDPA e… bem, e só:

Nada de LTE na página brasileira do iPhone 5.

Agora isso foi um balde de água fria.

Claro, não é uma certeza absoluta. Pode ser que a Apple surpreenda e o iPhone 5 brasileiro venha preparado para a nossa rede a 2,5/2,6 GHz, mas é pouco provável — se fosse o caso, por que omitir um selling point tão forte no material de divulgação do aparelho? Quem sabe no iPhone 6…