A divisão de iPhone, que não existia há três anos, hoje representa 40% da receita da Apple e tem sido a sua maior fonte de renda por três trimestres seguidos.

No último trimestre, as receitas do iPhone cresceram 124% em relação ao mesmo período do ano passado, alcançando US$ 5,4 bilhões, ou 40% da receita total da Apple, de US$ 13,5 bilhões. E pelas altas margens de lucro do iPhone, ele provavelmente é também o maior responsável pelos lucros da Apple, mas isso é outra história.

A segunda maior divisão da Apple em receitas é a do Mac, que cresceu 27% em um ano, alcançando US$ 3,8 bilhões, ou 28% das receitas totais.