A Tencent, desenvolvedora do popular aplicativo de mensagens chinês WeChat, lançou um jogo para dispositivos móveis que incentiva os cidadãos a aplaudirem o presidente Xi Jinping — isso dias após o WeChat ter bloqueado recursos que as pessoas usavam para protestar na plataforma.

• China bloqueia funções do WeChat na véspera do congresso que decidirá os novos líderes do país
• WhatsApp é mais uma vez bloqueado na China

O jogo estreou na quarta-feira (18), depois do longo discurso de Xi no 19º Congresso Nacional do Partido Comunista da China, que acontece uma vez a cada cinco anos. Durante a fala, Xi apresentou sua visão estratégica para conquistar a “modernização socialista” completa dentro dos próximos 18 anos.

A Tencent lançou o “Excelente Discurso: Batam palmas para Xi Jinping” no QQ, portal de notícias de seu serviço de mensagens instantâneas, em homenagem ao discurso histórico. Os jogadores primeiro assistem a um clipe com o discurso e então têm 19 segundos para apertar o botão de bater palmas o máximo de vezes possível, enquanto ouvem um som estrondoso de aplausos e contemplam uma imagem de Xi de pé diante de uma plateia no Grande Salão do Povo.

Imagem: Tencent

É como se o Snapchat criasse um aplicativo em que você pode bater palmas para o presidente americano Donald Trump durante o Discurso sobre o Estado da União (o que na verdade não é uma má ideia, exceto que talvez precisaria oferecer opções alternativas, como gritar ou bater o celular contra sua testa).

Como aponta a Bloomberg, algumas empresas de tecnologia chinesas recentemente começaram a movimentar esforços para agradar o governo depois de anos de prosperidade livre do controle governamental. No mês passado, o governo chinês abriu o jogo sobre seus planos de comprar ações e ter papéis diretos dentro das maiores empresas de tecnologia do país, como Alibaba, Weibo e Tencent.

A China recentemente multou Tencent, Baidu e Weibo por hospedarem conteúdo proibido. No início desta semana, a Tencent bloqueou alguns recursos no WeChat, provavelmente em preparação para o 19º Congresso Nacional. As mudanças, que foram anunciadas na noite anterior ao evento, evitam que os usuários editem suas fotos, nomes e informações pessoais no aplicativo até o fim do mês, o que acaba por bloquear um meio comum de mostrar apoio a dissidentes.

De acordo com o site de notícias de redes sociais chinês What’s On Weibo, o jogo de aplausos da Tencent foi jogado mais de 400 milhões de vezes até a noite de quarta-feira. Atualmente, uma contagem no jogo mostra que os usuários já aplaudiram Xi mais de 1,1 bilhão de vezes. O Wall Street Journal relata que WeChat e QQ, ambos da Tencent, têm mais de 800 milhões de usuários ativos por mês.

Você pode testar a propaganda política interativa clicando neste link a partir de um dispositivo móvel.

[What’s on Weibo, Bloomberg, CNBC]