Se você acha que a série de jogos Lego só serviu para destruir boas lembranças da sua infância, essa máquina de Lego é uma volta às origens, talvez até um pouco literalmente demais.

Juntando duas de suas grandes paixões, Mark Gryn da Faculdade de Ciências da Computação da Universidade de Windsor e Michael, um sortudo aluno do ensino médio, que faz parte de um programa de parceria com a Universidade de Windsor, construíram essa maquina de Lego-Pinball.

Para isso usaram mais de 8.000 peças de lego, seis Mindstorms NXT, nove sensores de toque para marcar os pontos, dez sensores luminosos e quatro motores – dois para mandar a bola de volta e dois para girar as pás.

A máquina é quase toda feita com pecinhas de lego, com exceção da bola, obviamente. Peças de lego perfeitamente redondas ainda estão na lista de peças que nunca encontramos quando precisamos.


 

Fonte [LikeCool]