O Ubuntu 12.04 “Precise Pangolin” foi lançado hoje, trazendo muitas melhorias para a nossa distribuição Linux favorita. Ele tem uma nova função de busca rápida chamada HUD, algumas configurações de privacidade novas, pequenos aperfeiçoamentos na interface Unity e mais.

Esta é outra atualização do tipo “Long Term Support” (LTS), que significa que a Canonical dará suporte a ela por mais tempo do que em outras versões — cinco anos, para ser exato. Isso também costuma significar muitos novos recursos, embora dessa vez pareça ter havido uma preocupação maior com polimento do que com qualquer outra coisa. De qualquer forma, o HUD sozinho já é motivo para mandar ver na atualização. Façamos um tour por todas as novidades do Ubuntu:

O HUD torna a pesquisa por itens de menus super fácil

HUD no Ubuntu 12.04.Você já se viu em uma situação onde estava usando um programa, queria algo específico que você sabia que estava em um dos seus menus, mas não tinha ideia de em qual deles? O novo HUD resolve esse problema. Apenas aperte a tecla Alt e a barra de pesquisa aparecerá no canto superior esquerdo da tela. De lá você pode digitar o que está em busca e ele retornará quaisquer itens de menu que batam com o que foi digitado. Se você já usou um Mac, é quase como a barra do Spotlight que você tem abaixo do menu “Ajuda” de aplicações individuais. É bem útil.

Novas opções de privacidade mantêm suas informações contigo

Privacidade no Ubuntu.Uma coisa legal da Dash da Unity é que com ela você pode pesquisar por arquivos, pastas e programas abertos recentemente com muita facilidade. Entretanto, se você quiser que algumas das suas atividades não sejam registradas e fiquem fora do radar, o Precise tem novas configurações de privacidade que lhe permitem isso. Indo em Configurações do Sistema > Privacidade, você pode ignorar certos formatos de arquivos, ignorar atividades em pastas determinadas ou ignorar atividades com certos aplicativos. Você pode até mesmo desativar absolutamente tudo se você não quiser o recurso. Em tempos onde todo mundo tem passado vexame com escândalos e falhas de privacidade, é bem bacana o fato de a Canonical ter adicionado um painel de preferências relacionadas ao tema tão acessível a qualquer pessoa.

Melhorias gerais na interface Unity

Lente Vídeo.Quer você a ame ou odeie, a Unity veio para ficar e a nova versão tem algumas melhorias que a deixa um pouco mais interessante para nós que ainda estamos em cima do muro. No topo da lista, a nova lente Vídeo para o Dash (você se lembra das lentes?), a qual busca não apenas vídeos guardados no seu computador mas também online. Isso quer dizer que você não precisa mais ir à Amazon, Vimeo ou TED Talks em seu navegador para pesquisar por vídeo — apenas clique na tecla Super (Winkey na maioria dos teclados), depois na lente Vídeo e comece a digitar. Infelizmente, ela ainda não pesquisa todo o YouTube, apenas o YouTube Movies e YouTube Shows, mas esperamos que isso mude ou que alguém crie um add-on no futuro próximo.

Você também verá que o Nautilus agora tem um belo e robusto menu com o botão direito do mouse na dock da Unity, o que é ótimo, mais alguns efeitos de combinação de cores legais se você tiver uma máquina poderosa o bastante. O painel de configurações de Aparência também tem algumas específicas para a Unity, como o auto-ocultar do lançador.

Touchpads com botões embutidos funcionam um pouco melhor

Trackpad de um MacBook.Durante muito tempo o Ubuntu teve problemas com dispositivos ClickPad, onde o touchpad em si é o botão do mouse (como os encontrados nos MacBooks). No Precise, dispositivos ClickPad são totalmente suportados. Finalmente você pode clicar no botão, embora ele ainda mova um cursor um pouco com um segundo dedo no trackpad. Em versões anteriores do Ubuntu, ele tinha problemas em reconhecer o segundo dedo. Infelizmente, o suporte a trackpads ainda não chegou lá. Ainda que cliques e o ato de arrastar funcionem bem em geral, a Canonical parece ter ignorado completamente o uso regular do mouse. Se você tiver o dedão na parte de baixo do trackpad, não pode mover o mouse com um segundo dedo. A coisa toda se apresenta de forma nada natural e meio precária, dá a sensação de que é um trabalho ainda em andamento. Esperamos que essa área melhor logo — e agora temos a certeza de que pelo menos estão prestando atenção nisso. Foto por Ryan Bailey.

Rhythmbox volta a ser o player de música padrão

Nós realmente curtíamos o Banshee como player de música padrão no Ubuntu, mas na versão 12.04 eles voltaram a ter como padrão o estável e popular Rhythmbox. A maior novidade aqui é que a Ubuntu One Music Store está disponível de novo no Rhythmbox, então usuários do Ubuntu One são os únicos afetados de verdade — todos os demais podem continuar usando o player de música que quiserem, numa boa.

Ubuntu One tem algumas opções a mais

Por fim, usuários do Ubuntu One também verão que a interface do cliente do Ubuntu One mudou um pouco e agora está mais parecida com a sua contraparte para Windows. Você também tem, agora, a opção de escolher quais pastas quer sincronizar com a sua máquina, o que é bem legal.

***

Além do fato de ser uma versão LTS, não há uma tonelada de grandes mudanças no Ubuntu 12.04, ainda que o HUD seja bom o suficiente para justificar um upgrade o mais rápido possível. Dê uma olhada no changelog da Canonical para a lista completa de mudanças ou baixe logo a nova versão e experimente você mesmo. Se você topar com alguma outra novidade não listada acima, comente-a aí embaixo, ok?