Escolher uma câmera digital costumava ser um processo simples que era enormemente influenciado pela quantidade de dinheiro no seu bolso. Agora a mesma quantidade de dinheiro pode comprar diferentes benefícios e coisas que você precisa abrir mão, tornando a decisão muito mais complexa. Vamos dar uma olhada nas opções que você tem para comprar uma câmera, os prós e contras de cada um, e algumas sugestões específicas para ajudar você a escolher a câmera perfeita para a sua necessidade.

Este é um guia longo e nem toda a sessão é relevante para todo mundo. Então, se quiser ver só um tipo de câmera específico que interesse você, eis aqui o que vamos abordar:

– Câmeras Point and Shoot
– Câmeras EVIL
– Câmeras DSLR

Entretanto, se você não tem certeza do que quer ainda, fique a vontade para ler tudo.

Point and Shoots

Conforme o mercado de smartphones continua a crescer, o mercado de câmeras point and shoot irá diminuir. Celulares estão se tornando ferramentas de fotografia cada vez melhores porque eles estão conectados à internet e tem apps – coisas que câmeras dedicadas nunca serão capazes de fazer tão bem. Então por que comprar uma point and shoot? Vamos dar uma olhada em para quem essa câmera é feita.

Esse tipo de câmera é para…

– …pessoas com câmeras de celular lixosas que querem melhor qualidade de imagem mas não querem/não podem fazer upgrade no celular.
– …pessoas que procuram uma câmera pequena capaz de tirar fotos decentes e vídeo em formatos fáceis de fazer upload.
– …pessoas que querem uma câmera dedicada, mas não podem pagar muito.
– …pessoas que não se importam com lentes intercambiáveis ou acessórios e apenas querem uma câmera que tire fotos boas sem precisar de muitos ajustes.

Agora vamos pesar os prós e contras.

Prós:

– Fácil de usar. Voltada para novatos.
– Grande variação de opção de tamanhos, permitindo que você escolha desde câmeras tão pequenas quanto o seu celular, quase tão grandes quanto uma DSLR pequena e tudo que existe entre elas.
– Vem com funções que você provavelmente não encontrará em câmeras high-end por vários anos (isso se encontrar).
– Muitas – mas não todas – point and shoots oferecem uma variação de zoom bem ampla.
– Qualidade decente, normalmente com modos de vídeo HD que gravam em formatos fáceis de fazer upload.

Contras:

– Falta de controles manuais ou controles ruins/bastante limitados.
– Qualidade de imagem geralmente não é muito melhor do que uma boa câmera de smartphone.
– Geralmente tem viewfinders pequenos e difíceis de usar, isso se elas chegarem a ter um.
– Difíceis de usar para quem tem mãos grandes.
– Qualidade de áudio ruim no modo de gravação de vídeo.
– Não é feita para lidar com acessórios (apesar disso não necessariamente impedir que empresas fabriquem acessórios para elas).
– Novos modelos de câmera são lançados o tempo todo e a sua irá ficar completamente obsoleta bem rápido.

O que comprar

Existem tantas opções de point and shoot que pode ser realmente difícil descobrir qual você deve comprar. Muitas delas são boas, e nós não podemos recomendar cada um dos modelos disponíveis, mas existem algumas que se destacam, ordenadas pelo tamanho: da menor para a maior.

Se você quer algo minúsculo, a Canon SD4000 IS é uma boa escolha. Como qualquer outra câmera pequena você não irá ter fotos fantásticas, mas ainda assim ela consegue se sair muito bem com pouca luz e pode gravar vídeo 720p. Ela irá caber no seu bolso, mesmo se você usar jeans skinny, e custa em torno de U$225.

 

 

A Sony Cybershot DSC-HX9V tenta fazer praticamente tudo por U$350, e se sai bem na maioria das coisas. Apesar de enfiar 16.2 megapixels em seu sensor pequeno, ela até que se sai bem com pouca luz (para uma câmera compacta). Ela grava vídeo 1080p a até 60 frames por segundo. Como a maioria das câmeras Sony, ela oferece modo panorâmico e fotos 3D. Ela corrige iluminação, tem um alcance de zoom estabilizado bem grande (24-384mm), e no conjunto é uma ótima câmera pequena.

A Olympus XZ-1 oferece lentes rápidas (o que significa que é melhor para produzir imagens com pequena profundidade de campo e ajuda em situações com pouca luz) e um zoom com variação 28-112mm, que é uma opção que você não vai sequer encontrar em uma DSLR. A qualidade da imagem é boa para uma compacta, e realmente não tem nada mais que você possa comprar que ofereça lentes de zoom tão versáteis. (Aproximadamente U$400)

Com um pouco mais de grana, você pode comprar a grandinha Canon G12. A série G da Canon sempre ofereceu qualidade de imagem notavelmente boa de uma maneira compacta, mas por cerca de U$500 você pode escolher uma câmera EVIL boa (que iremos falar na próxima sessão) como a Sony ? NEX-3 então só é uma escolha realmente boa se você não quiser lentes intercambiáveis e funções de DSLR.

De maneira geral, point and shoots pequenas frequentemente perdem para celulares no mesmo ponto onde as grandes normalmente perdem para câmeras EVIL. Existem cada vez menos razões para comprar point and shoots atualmente, mas se for a escolha certa para você, uma das câmeras acima deve te servir bem.

Câmeras EVIL

O que é uma câmera EVIL? EVIL é a sigla para Eletronic Viewfinder with Intechangeable Lenses (viewfinder eletrônico com lentes intercambiáveis). E descreve um tipo de câmera que existe entre uma point and shoot e uma DSLR. Bem parecida com uma DSLR, essas câmeras tem sensores maiores (algumas vezes até do mesmo tamanho), lentes intercambiáveis, e tem controles manuais melhores. Assim como uma point and shoot, elas frequentemente são fáceis de usar e tentam ser tão compactas quanto possível. Você pode ter ouvido falar de câmeras EVIL também como micro quatro terços, MILC (Mirrorless Interchangeable Lens Camera) e CSCs (Compact System Camera). Cada tipo é um pouco diferente, mas todos eles tentam servir ao propósito de ser mais compacto, e amigável ao consumidor, e parecidas com DSLR.

Algumas pessoas acham que essas câmeras são o melhor dos dois mundos por oferecerem qualidade de imagem superior em um tamanho bastante portátil. Outros acham que elas pecam em tudo, tornando-as muito grandes para serem portáteis e não oferecem qualidade de imagem suficiente para o seu tamanho. Pessoalmente, eu acredito que depende do modelo, mas nós iremos falar mais sobre isso depois. Por enquanto, vamos dar uma olhada para quem esse tipo de câmera é melhor.

Esse tipo de câmera é para…

– …profissionais que querem uma câmera mais portátil do que as suas DSLR mas ainda ofereça excelente qualidade de imagem e opções decentes de lentes.
– …consumidores que querem a qualidade de uma DSLR sem toda a dificuldade e curva de aprendizado.
– …consumidores que querem uma point and shoot high-end com lentes intercambiáveis.
– …consumidores que queiram uma câmera tipo DSLR com funções estilo point-and-shoot (ex.: modo panorâmico, imagens 3D, etc.).

E, claro, vamos pesar os prós e contras dessa escolha.

Prós:

– Quase todos os benefícios de uma DSLR low-end, mas em tamanho compacto.
– Qualidade de imagem muito melhor do que uma point and shoot high-end. (A qualidade de imagem muitas vezes está no mesmo nível ou um pouco melhor do que uma DSLR básica).
– Pequena o suficiente para ser realmente portátil.
– Lentes intercambiáveis.
– Bom desempenho com pouca luminosidade.
– Uma ótima escolha para iniciantes que querem mudar para uma câmera melhor sem pular direto para uma DSLR.
– Uma ótima escolha para profissionais que querem uma câmera melhor sem sacrificar muito a qualidade de suas imagens.
– Geralmente oferece vídeos HD de alta qualidade com foco automático.
– Qualidade de gravação de áudio boa no modo vídeo – pelo menos quando comparado a SLRs digitais, point and shoots e celulares.
– Valor de revenda razoavelmente alto.

Contras:

– Não irá caber no seu bolso.
– Seleção insignificante de lentes.
– Usar adaptadores para poder usar lentes adicionais significa perder a capacidade de foco automático (ou pelo menos deixa-lo praticamente inútil).
– Não tem viewfinder propriamente dito.
– Acessórios como flash e viewfinder quase sempre significam custo extra.
– Em alguns casos você estará pagando tanto quanto ou até mais do que uma DSLR e o valor adicional é principalmente devido ao tamanho pequeno da câmera.

Eu odiava câmeras EVIL quando elas chegaram ao mercado. Elas eram superfaturadas, não tão menores assim, tinham uma seleção de lentes bem lixosa, e não era tão boas quanto uma DSLR básica. Mas então a segunda geração chegou e elas ficaram melhores. Mais fabricantes começaram a criar esses dispositivos compactos e mirrorless, e os preços diminuíram. Apesar da seleção de lentes ainda estar bem ruim para praticamente qualquer câmera EVIL do mercado, elas rivalizam com as DSLRs mais básicas em qualidade de imagem enquanto ocupam menos espaço e custam menos.

O que comprar

Quando se fala de câmeras EVIL, nós temos basicamente quatro empresas para levar em consideração: Panasonic, Olympus, Sony, e Samsung. Sony e Samsung usam sensores APS-C, que são o padrão para a maioria das câmeras DSLR. Panasonic e Olympus usam o padrão micro quatro terços, que oferece um tamanho de sensor um pouco menor do que o APS-C. Geralmente sensores maiores são melhores, mas as linhas PEN da Olympus, G da Panasonic, NX da Samsung, e ? da Sony tem um desempenho muito bom independente disso. Em geral você pode escolher baseado no preço, funções e forma que mais te agradarem. Dito isso, eu tenho uma preferência.

A Sony ? NEX-3 é extremamente simples de usar sem ficar devendo nos controles manuais (então é ótima tanto para iniciantes, quanto profissionais), oferece uma ótima qualidade de imagem, tem um modo de vídeo realmente bom (com foco automático realmente usável),  duração da bateria realmente boa, e faz tudo isso sendo bem pequena. Ela também é capaz de criar fotos panorâmicas movendo um pouco a câmera (bacana!) e imagens 3D da mesma maneira (quem se importa?). É uma câmera secundária excelente para profissionais e uma ótima câmera primária para consumidores. Eu comprei uma assim que foi lançada e tenho recomendado para todo mundo desde então. Isto não é para dizer que você não ficará satisfeito com outras câmeras EVIL que estão no mercado, mas tendo testado todas elas e comprado algumas eu acho que a Sony faz o trabalho melhor. (Apenas não compre a NEX-5, por ela custar U$100 a mais e basicamente não oferecer nada que justifique o aumento de preço.)

(Adendo de Pedro Burgos: Acho a NEX-3 fantástica, mas a linha GH da Panasonic (eu tenho a GH-1, atualmente a GH-2 está à venda) é  uma a se considerar, especialmente para vídeos – é a câmera oficial do Giz)

 

DSLRs

Apesar das DSLRs não serem a câmera pratica que você quer sempre ter por perto, elas produzem fotografias incríveis. Se a qualidade é algo primordial para você, você vai querer uma DSLR. Elas oferecem tanto controle e customização que você praticamente não terá limites no que quiser realizar – pelo menos tecnicamente. Claro, existe uma grande curva de aprendizado e também um grande aumento de preço quando mudamos para a rainha das câmeras. Então que tipo de pessoa deve comprar uma DSLR? Vamos dar uma olhada.

Esse tipo de câmera é para…

– …profissionais.
– …hobbistas que querem conseguir a melhor qualidade de imagem possível.
– …pessoas que precisam de controle total dos aspectos técnicos de suas fotos.
– …pessoas que precisam da opção de desempenho realmente bom em situações com pouca luz.
– …pessoas que fazem vídeos e querem tirar vantagem dos modos de vídeo excelentes em muitos novos modelos.
– …pessoas com dinheiro.

Existem muitos prós e contras quando se fala de ter uma DSLR, especialmente se você não for um profissional. Se você não levar fotografia a sério, ou não quiser aprender a sério, esse provavelmente não é o tipo de câmera para você. Mas se você for, eis aqui os prós e contras de possuir uma.

Prós:

– Qualidade de imagem superior
– Vasta seleção de lentes intercambiáveis.
– Controle completo de todos os aspectos técnicos da sua imagem, enquanto ainda oferece opção de controle parcial ou totalmente automático.
– Muitos modelos oferecem a opção de vídeo com qualidade de gravação HD TV.
– Desempenho com pouca luz é geralmente muito bom nos modelos low end e incrivelmente bom nos high end.
– Podem ser controladas por computador, e muitas vezes por um app de smartphone.
– Altamente programável (especialmente nos modelos high end)
– Os modelos DSLR não são trocados com frequência, então sua câmera não vai ficar obsoleta tão rápido.
– Alto valor de revenda.
– Você pode comprar apenas o corpo da câmera, sem as lentes.

Contras:

– Normalmente são grandes e pesadas, ou pelo menos são o maior tipo de câmera que você pode comprar.
– Você perceberá que irá carregar mais do que apenas a câmera. Você irá querer suas lentes também. E já que está carregando uma bolsa grande, você pode aproveitar para colocar mais acessórios adicionais. Possuir uma DSLR normalmente significa comprar uma boa bolsa para a câmera e carregar tudo com você.
– O grande número de configurações e botões tornam a curva de aprendizado bem mais íngreme do que com qualquer outro tipo de câmera. Mesmo se você já tiver usado uma DSLR antes, mudar para um novo modelo (mesmo que seja do mesmo fabricante) não significa que você irá imediatamente saber o que está fazendo.
– Geralmente perde a maioria ou todas as funções divertidas que você irá encontrar em uma point and shoot, como efeitos especiais (ex.: substituição de cor) e modos (ex.: fazer fotos panorâmicas automaticamente).
– Gravação de vídeo normalmente tem foco automático precário ou simplesmente não tem.
– Qualidade de áudio ruim no modo de gravação de vídeo.

O que comprar

Quando se trata de DSLRs, você normalmente escolhe entre Nikon e Canon e escolhe a melhor que pode comprar com a verba que tem (apesar de ter em mente que uma mais barata pode ser o suficiente). Existem outras fabricantes além da Canon e Nikon (como Sony, Samsung, Panasonic), mas elas oferecem uma das maiores seleções de ótimas lentes e é difícil errar com alguma das câmeras delas. Geralmente você vai conseguir algo bom quando compra uma DSLR, então uma vez que você definir a sua verba, sua escolha quase sempre irá ser definida por detalhes específicos.

Ao fazer sua escolha, tenha em mente para o que você irá usá-la. Pouca luz é a coisa mais importante para você? Você quer um sensor full-frame, equivalente a 35mm? E sobre vídeo? Você quer uma câmera que use cartões DS ou CompactFlash? Quão importante é o sistema de autofocus? Vamos pelo começo, você irá definir uma lista de funções que são mais importantes para você. Então leia reviews de câmeras diferentes e veja qual se adequa melhor. Geralmente você pode simplesmente pegar a câmera mais barata que faz o que você precisa. É fácil ficar desejando uma DSLR high end que promete desejos mágicos e a paz mundial, mas se você não precisa de tanta coisa você irá acabar gastando um monte de dinheiro em coisas que não importam. Antes de comprar, tenha isso em mente.

Apesar de selecionar a DSLR certa ser algo bastante específico de acordo com as suas necessidades, nós temos algumas favoritas.

Básicas

A Nikon D3100 oferece qualidade de imagem muito boa por um preço de uma básica. É uma DSLR muito boa para iniciantes, devido à interface não ser difícil de entender e ter várias funções para ajudar. Ainda assim, você não irá perder nada do controle manual. Ela ainda é uma DSLR. Entretanto, é uma DSLR bem low-end, então você não deve esperar nenhuma função avançada extravagante.

Alternativamente, você pode avançar um pouco e pegar a Nikon D5100, que oferece mais funções avançadas e qualidade de imagem excelente por algumas centenas de dólares a mais, mas não é tão user-friendly.

Na mesma faixa de preço da D5100, você tem a Canon Rebel T3i (600D). É uma ótima DSLR para começar também. Ela tira fotos excelentes de 18MP, tem um desempenho muito bom com pouca luz, vídeos bons em 1080p e 720p, tem uma entrada para microfone externa para melhorar o áudio quando estiver gravando vídeo, e boa qualidade de imagem. Você apenas terá que pagar um pouco mais por essas coisas.

Mid-Range

A Canon EOS 7D e a Nikon D7000 são boas opções do mid-range. A D7000 tem a vantagem de ser mais nova e barata, mas além de algumas pequenas diferenças (que podem ou não ser importantes para você), elas são excelentes câmeras. Elas são câmeras rápidas, lidam com situações com pouca luz admiravelmente, e geralmente oferecem excelente qualidade de imagem. Eu argumentaria que a qualidade da estrutura e da maioria dos modos automáticos da 7D tendem a ser um pouco melhores do que a D7000, mas você estará pagando por isso já que a 7D é mais cara. Mas independentemente disso, ambas são excelentes escolhas.

High-End

Apesar de sua idade, eu ainda considero a Canon 5D Mark II uma das melhores DSLRs já feitas. Ela produz imagens fenomenais, oferece vídeo tão bom que foi usado em produções para a TV e cinema, e pode praticamente ver no escuro. É uma câmera full-frame, o que significa que o seu sensor é o equivalente digital a um filme de 35mm , e isso significa duas coisas relevantes: 1) ela não pode usar nenhuma das lentes EF-S da Canon (o que é ruim, porque ela limita sua seleção de lentes), e 2) ela não multiplica a distancia focal das lentes por 1.6x como as DSLRs com sensor APS-C (o que é bom, porque uma lente 50mm, por exemplo, tira uma foto 50mm e não uma 80mm). Possuir uma câmera full-frame só é realmente relevante se você for sério o suficiente sobre fotografia para saber por qual motivo você quer uma, mas a ideia básica é que ela é o mais perto que você vai chegar de filmes sem precisar gastar todas as suas economias. Ainda assim, nós estamos falando de uma câmera de U$2500-3300 aqui.

Claro que você ainda tem a opção da Nikon D3X e Canon 1Ds Mark III se você está disposto a ficar falido, mas se você pode ou quer gastar tanto assim em uma câmera, provavelmente não precisa ler esse guia.

Tomando a decisão

Esperamos que este guia tenha ajudado a decidir qual tipo de câmera é a melhor escolha para você. Se você ainda não tem certeza, a coisa mais importante para lembrar é que a melhor câmera que você pode ter é aquela que você levará por ai e irá de fato usar. Antes de tomar qualquer decisão, certifique-se de levar em consideração o que é importante para você. Use esse critério para diminuir as opções do tipo de câmera (ou câmeras) que você quer. A partir dai você deverá ser capaz de conseguir escolher a melhor opção. Mesmo uma câmera ruim pode tirar fotos realmente boas nas condições certas, então independente do que você comprar você vai ficar melhor servido quando conseguir algumas habilidades legais de fotografia. Não sabe nem por onde começar? Dê uma olhada no nosso guia de fotografia para iniciantes.

Você pode ter notado que nós não mencionamos todas as câmeras já feitas, e uma das que ficaram de fora pode ser a sua favorita. Se existe uma câmera em particular que você ama e sabe para quem ela é mais recomendada, fique a vontade para mencionar nos comentários.

 

Nota para brasileiros: mantivemos os preços em dólar, porque fora point&shoots simplesmente não faz sentido comprar no “mercado oficial” brasileiro, onde a sobretaxa de importação e altas margens são ainda mais cruéis. A melhor solução é comprar lá fora, especialmente em viagens, e há lojas famosas que entregam aqui, como a B&H, que tem atendimento em português, inclusive.

 

Você pode seguir Adam Dachis, o autor desse post, no TwitterFacebook. Mas o Twitter é a melhor maneira de entrar em contato com ele.