Querido Lifehacker,

Quando você viaja de avião, os regulamentos exigem que você desligue e guarde eletrônicos portáteis, mas isso é realmente necessário? Algumas vezes eu deixei meu celular ligado durante a decolagem de propósito por acidente e nunca aconteceu nada. Esta regra é bobagem ou tem realmente algum fundamento?

Viajante Confuso

 

Caro Viajante,

A resposta simples é não, dispositivos eletrônicos não representam um problema contanto que tudo ocorra bem no voo. É quando ocorre algum problema que os seus dispositivos eletrônicos podem potencialmente piorar as coisas. O regulamento 121.306 da aviação dos EUA diz que vários dispositivos eletrônicos podem causar interferência no avião e por isso precisam ser desligados para a segurança de todos a bordo. Mas como você provavelmente notou, seu iPod e celular no modo avião sozinhos não irão interferir com os sistemas de navegação e comunicação do avião. O problema em potencial é a interferência combinada de vários dispositivos. Em alguns casos isso é besteira, em outros não é. Eis aqui o motivo.

Nota: Apenas em caso de não ter ficado claro, nós não estamos falando sobre celulares e outros dispositivos que enviam e recebem sinal de rádio. Nesse caso deve ser bem óbvio como isso pode causar interferência. Nós estamos falando dos dispositivos eletrônicos mais simples aqui, como seu MP3 player, seu laptop com Wi-Fi desligado, etc.

(Tecnicamente) seus eletrônicos podem interferir com os aviões…

Dispositivos eletrônicos podem causar Interferência de Rádio Frequência (RFI), e isso era um problema bem real quando os aviões dependiam de navegação por radiofarol não-direcional (NDB). A navegação por NDB usa sinais AM que são bastante suscetíveis a RFI. Dito isto, a maioria das aeronaves modernas não usam mais navegação NDB e usam o Sistema de Alcance Omnidirecional VHF (VOR). Para entender melhor isso, sinais de rádio AM ficam no alcance de média frequência (MF) e o VHF significa Very High Frequency (Frequência muito elevada). Quando mais baixo o alcance da frequência, mais suscetível ele tende a ser a RFI. VHF, sendo o nome de um sistema de frequências muito elevadas, não sofre tanto com esse problema.  Basicamente, o VHF não se importa se o seu iPod está enviando música no último volume para o seu headset com cancelamento de ruído, porque esses dispositivos não causam muita interferência. Um monte de laptops, por outra lado, pode oferecer uma quantidade maior de RFI. Para a equipe de bordo explicar sobre cada dispositivo que possivelmente poderia apresentar um problema seria um desperdício de tempo, e isso iria necessitar testes extensos pelas agências de regulamentação de aviação como a Federal Aviation Administration (FAA). É mais fácil agrupar tudo em uma só categoria e solicitar que você desligue-os.

…Mas o risco é bem pequeno…

Mas se alguns eletrônicos realmente representam um perigo, porque não tem mais aviões tendo problemas? Como já foi mostrado em Myth Busters, aeronaves são protegidas para prevenir esse problema. Basicamente, não é um grande problema. O que é ainda melhor para os seus eletrônicos portáteis dentro de aeronaves são Sistemas de Navegação Inercial (INS) e GPS, que são mais precisos do que o VOR e operam em frequências ainda mais elevadas (e isso significa ainda menos problemas relacionados a RFI). Quando estes sistemas forem a norma seus eletrônicos portáteis serão basicamente irrelevantes à navegação do avião, apesar de eles já estarem em muitos aviões.

Então existe realmente um problema? Na verdade não, mas tudo se deve à precauções de emergência. Como pouso e decolagem é quando mais da metade dos acidentes aéreos acontecem, é importante ter os canais de comunicação de emergência disponíveis. Alguas das frequências de emergência das aeronaves estão em alcance baixo, que é um alcance mais suscetível a interferência. Apesar do avião ser protegido de interferência, você tem que perguntar a si mesmo isto: se o seu piloto precisar se comunicar em baixa frequência em caso de uma emergência, você realmente quer por isso em risco?

…e você deve apenas lidar com isso.

No final das contas, o risco parece ser bem pequeno e você tem muito pouco para se preocupar, mas como o comediante Louis C.K. destaca, você está voando em uma cadeira no céu. Isso é maravilhoso. Em um futuro (mais ou menos) próximo nós teremos tecnologia melhor na maioria das aeronaves e nós contaremos para nossos netos sobre os árduos dez minutos do voo nos quais nós liamos nos nossos e-readers (e eles irão perguntar, “O que é um Kindle?”). Apesar de não ser uma grande preocupação no momento, não é algo que você deve querer arriscar, e seu tempo sem eletrônicos é apenas um curtíssimo período durante um dia de sua vida. Deixe isso para lá e aproveite o tempo para desfrutar de um momento de silêncio com os seus pensamentos enquanto você voa em uma cadeira no céu.

Com amor,
Lifehacker.

A foto do topo foi uma montagem usando as originais de andersphotoStasys Eidiejus (Shutterstock)

Você pode seguir Adam Dachis, o autor deste post, no TwitterGoogle+, e Facebook.  Mas o Twitter é a melhor maneira de entrar em contato com ele.