O diretor de produto do Firefox, Mike Beltzner, fez uma apresentação ontem sobre a visão da Mozilla para o Firefox 4, a próxima grande versão do navegador de código aberto. Os três pilares do grande plano são suporte a padrões da web, controle completo do usuário, e velocidades "super-duperrápidas".

Como escreve Beltzner, geralmente não é o caso que planos de uma grande versão de software são divulgadas tão cedo assim, mas a natureza e modelo de desenvolvimento abertos da Mozilla são um pouco diferentes. Você pode assistir à apresentação do Beltzner e discussões sobre os planos futuros aqui, se você usa um navegador com suporte a vídeo em HTML5 no formato Ogg (Firefox, Chrome e Opera, principalmente). Você também pode dar uma olhada nos slides abaixo, que explicam como o Firefox quer ser rápido, personalizável e adaptativo — e porque partes do Firefox 3.7 foram para o 3.6, e o restante foi guardado para a versão 4.0:

Dentre as novidades, teremos um controle mais simples sobre as permissões que cada site pede, como cookies, senhas, geolocalização e outros, além de backup dos dados do usuário com Firefox Sync e uma nova interface de customização do navegador — acaba aquela janelinha solta das extensões, temas e plugins e chega uma aba, com tudo isso melhor organizado. Se eles incluírem a função que acusa extensões que usam muita RAM ou CPU, como sugerido em um dos slides, seria uma novidade bem-vinda também. Claro, como avisa Beltzner, "OS PLANOS PODEM MUDAR", então o futuro do Firefox não está gravado em pedra.

Nós já demos uma olhada em alguns dos novos componentes da versão 4.0, incluindo contatos embutidos, extensões Jetpack que não requerem reinicialização, e o novo visual. Os slides do Beltzner (vistos em tela cheia) oferecem mais detalhes sobre o que está por vir, como será o visual, e por que isso importa.

O que você achou dos planos e objetivos para o Firefox 4? Conte nos comentários. [beltzner]