O Ubuntu 12.04 está chegando em abril, mas usuários mais impacientes podem testar a versão beta hoje. O “Precise Pangolin” inclui uma nova função de busca rápida chamada de HUD, algumas novas configurações de privacidade, alguns ajustes à interface Linux, e mais.

Esta versão será outro release com LTS (Suporte a Longo Prazo), o que significa que a Canonical irá oferecer suporte a ele por mais tempo do que outras versões – cinco anos, para ser exato. Isso também normalmente significa muitas funções novas, apesar de que dessa vez ele parece estar sendo mais polido do que qualquer outra coisa – apesar de que o HUD já é motivo suficiente para fazer o upgrade. Eis aqui uma visão geral de todas as novidades.

O HUD deixa muito fácil encontrar itens do menu

Você já passou por uma situação onde você está usando um programa e quer fazer algo específico, que você sabe que está nos menus, mas não consegue encontrar? O novo HUD resolve o problema. Apenas aperte Alt, e a barra de busca irá aparecer no canto superior esquerdo da tela. A partir dali você pode digitar o que está procurando, e ele irá retornar qualquer item do menu que corresponda à sua busca. Se você já usou um Mac, é quase exatamente igual à barra Spotlight que você tem no menu “Ajuda” de aplicativos individuais, e salva vidas.

Novas opções de privacidade guardam a informação pra você mesmo

Uma coisa legal sobre a Unity Dash é que você pode buscar por arquivos recentemente usados, pastas e programas com facilidade. Entretanto, se você prefere que algumas de suas atividades não sejam logadas, o Precise Pangolin tem várias novas configurações de privacidade que permitem que você ajuste isso. Ao clicar em System Settings > Privacy, você pode ignorar alguns tipos de arquivos, ignorar atividade em certas pastas, ou ignorar atividade dentro de certos aplicativos. Você pode até mesmo desligar completamente a gravação de atividade, se você preferir não ter essa funlão. Em uma era onde todo mundo está cometendo gafes de privacidade por aí, é bom que a Canonical tenha adicionado esse painel de preferências facilmente acessível para qualquer um ajustar.

Diversas melhorias na interface Unity

Ame ou odeie, a Unity veio para ficar, e a nova versão tem alguns ajustes que deixaram-na um pouco mais atraente para quem estava em cima do muro. No topo da lista está o novo Video lens no Dash (lembram do lenses?), que busca não apenas por vídeos no seu computador, mas por vídeos online. Isso significa que você não precisa mais ir para o Amazon, Vimeo, ou TED Talks no seu navegador para começar a buscar vídeos – simplesmente clique na tecla Super, clique no Video lens, e comece a digitar. Infelizmente, ele não pesquisa no YouTube inteiro ainda, apenas no YouTube Movies e no YouTube Shows, mas com alguma sorte isso irá mudar e alguém irá criar um add-on em breve.

Você também irá perceber que o Nautilus agora tem um robusto menu do botão direito da dock do Unity, o que é algo bacana, além de alguns efeitos legais de combinação de cor se você tiver um computador poderoso o suficiente. As configurações do painel de “Appearance” também tem algumas preferências específicas para Unity, como o launcher que se esconde automaticamente.

Touchpads com botões embutidos funcionam um tantinho melhor

Por muito tempo, Ubuntu teve problemas com dispositivos ClickPad, onde o próprio touchpad é o botão do mouse (tipo aqueles encontrados em MacBooks). No Precise, dispositivos ClickPad agora tem suporte completo. Finalmente, você pode clicar o botão e ainda mover o cursor com o segundo dedo no trackpad. Em versões anteriores do Ubuntu, ele tinha problemas em reconhecer o segundo dedo. Infelizmente, suporte ao trackpad não está presente de verdade aqui, pelo menos não neste ponto do beta. Apesar de clicar e arrastar funcionar na maioria das vezes, Caconical parece ter ignorado completamente o movimento normal do mouse. Se você estiver com o polegar na parte de baixo do trackpad, você não pode mover o mouse com um segundo dedo. O negócio todo ainda parece pouco natural e inacabado. Esperamos que isso irá melhorar em breve, pelo menos agora sabemos que eles estão tentando. Foto por Ryan Bailey.

Rhythmbox é novamente o player padrão de música

Nós realmente curtimos o Banshee como o player padrão de música no Ubuntu, mas na versão 12.04 eles deixaram como padrão novamente o popular Rhythmbox. A maior mudança aqui é que a Ubuntu One Music Store está novamente disponível no Rhythmbox, então usuários do Ubuntu One são os únicos realmente afetados – qualquer outra pessoa pode continuar usando qualquer player de música que quiser.

Ubuntu One tem algumas opções a mais

Por último, usuários do Ubuntu One também irão descobrir que a interface do client do Ubuntu one mudou um pouco, e está mais parecido com o seu similar para Windows. Você também tem a opção de escolher quais pastar quer que sejam sincronizados com a sua máquina, o que é algo legal.


Apesar de ser uma versão LTS, não há uma tonelada de mudanças no Ubuntu 12.03, apear que o HUD é um belo atrativo para fazer uma atualização assim que possível. Dê uma olhada no log de mudanças da Canonical para a lista completa de modificações, ou simplesmente baixe o beta agora e teste por si mesmo. Se você esbarrar com algumas novas funções que você ame, compartilhe nos comentários.