Dando continuidade à sua linha Lumia, a Nokia anunciou hoje cedo o Lumia 625 destacando alguns pontos do aparelho. Os mais importantes? Tela, que cresceu bastante, e conectividade 4G. Este deve ser o Lumia com 4G mais barato de todos.

Sucessor direto do Lumia 620, há diferenças notáveis entre os dois aparelhos, bem maiores que a distância entre os números 620 e 625 nos faz supor. A tela é enorme: 4,7 polegadas, o que torna o Lumia 625 o maior Windows Phone já lançado pela Nokia — a título comparativo, os topos de linha 920/925/1020 têm telas de 4,5 polegadas.

Todo esse tamanho, porém, é compensado por menos recursos e qualidade inferior. A única tecnologia dos irmãos mais velhos e avançados mantida nesse aspecto é a “Super Sensitive Touch”, que faz com que a tela responda a toques mesmo que o usuário esteja vestindo luvas. Quem já viu o Lumia 625 de perto, como o pessoal do The Verge , reclamou muito da qualidade do painel: além da baixa densidade (a resolução é de 480×800, o que dá 201 PPI), o contraste é baixo e os ângulos de visão, ruins.

Fora isso, o Lumia 625 suporta redes 4G, tem um processador dual-core Snapdragon S4 Pro de 1,2 GHz, 512 MB de RAM e 8 GB de espaço interno, mais slot para cartão microSD. A bateria é de 2000 mAh, e ele conta com as mesmas câmeras que vinham no 620, uma de 1,2 megapixel na frente e outra de 5 megapixels atrás.

O formato do aparelho mantém o DNA da linha Lumia, com curvas que ajudam na ergonomia e uma multiplicidade de cores. A exemplo do seu antecessor, as capas são removíveis e podem ser trocadas sem problemas. O Lumia 625 estará disponível nas cores laranja, amarelo, verde claro, preto e branco; no Brasil, ele será vendido apenas nas duas últimas, mas as outras três, mais chamativas, serão comercializadas à parte pela Nokia.

E falando em Brasil, devemos receber o Lumia 625 ainda no terceiro trimestre, mas a assessoria local não revela o preço — segundo o release enviado à imprensa, “o preço para o mercado brasileiro ainda não está definido e será divulgado próximo ao lançamento local.” Lá fora ele custará € 220 sem subsídios, um valor bem competitivo para um Windows Phone. [Nokia]