Phishing e ataques a redes devem ser ainda mais comuns por aqui. "Países como Brasil, Turquia, Polônia, Índia e Rússia devem continuar elevando sua participação, à medida que têm grande crescimento de infraestrutura de internet e aumento no consumo de banda larga", afirma a empresa, no estudo.

Um dado alarmante: em 2008 a Symantec detectou 1,6 milhão de novos códigos maliciosos, equivalmente a 60% dos malwares registrados pela companhia em toda a história.
[Info e Folha]