A edição especial de Beatles: Rock Band vem com réplicas de alguns instrumentos do fab four. Decidiram cobrar US$ 250 pela bateria com uma arte diferente, microfone com pedestal e réplica do baixo de Paul. Caro, sem dúvida – as coisas continuam sendo instrumentos de plástico – mas bacana pros fãs. Aí a distribuidora oficial do jogo completo no Brasil pega a calculadora para estabelecer o preço no Bananal: US$ 250 * 1,82 + 60% de importação + frete + ICMS + margem + molho especial  = R$ 2.000. Dois. Mil. Reais. Antes que alguém comentasse "com esse dinheiro eu vou aos EUA e compro um lá", o chapa Théo Azevedo fez essa conta. E, de fato, ir a Miami está mais barato.

O UOL Jogos pesquisou o preço de algumas companhias de turismo. Um bom momento para isso: os pacotes caíram absurdamente nos últimos meses. No Submarino Viagens, passagem mais 4 diárias em Miami saem por R$ 1.234. Pagando menos de R$ 500 no jogo lá, ainda sobra um troco pra você fazer coisas menos importantes, tipo comer.

Mas ah, que povo chato esse que faz as contas, né? E a chatura que é conseguir um visto? O péssimo humor das aeromoças da American Airlines? A água com excesso de flúor que você bebe nos EUA? Aquele clima horrível com tempestades e furacões na Flórida? A fila da Alfândega aqui? Não vale a pena, definitivamente. Eu prefiro pagar os R$ 2.000 na Fnac, que eu ainda ganho aqueles pontos de fidelidade. Se eu comprar uns 3 rock bands já tenho crédito pra um CD dos Beatles. [UOL Jogos]