O bem-falado Motorola DEXT (Cliq nos EUA), o primeiro telefone Android da empresa, chega ao mercado brasileiro na segunda quinzena do próximo mês, exclusivo da Claro, por enquanto. Ele será aparentemente o menos caro telefone com o sistema operacional do Google, saindo por R$ 1.599 no pré-pago, pelo que os amigos do Zumo apuraram.

O diferente do DEXT é o Motoblur, a interface proprietária que coloca uma cara mais "redes sociais" no Android. Há 5 telas, todas configuráveis, que você pode ir passando com o escorregar do dedo, como no iPhone. Em uma das telas (essa aí da foto), a "what’s happening", os updates que seus contatos no Twitter e Facebook ficam se revezando na tela. É meio anárquico, mas bacana na prática. No brevíssimo tempo que tive com ele, a interface me pareceu bem rapidinha e mais bonito e leve que o Samsung Galaxy, único lançado até agora (por R$ 2.399).. O teclado qwerty ajuda também..  

O interessante é que, no estande da TIM pouco adiante, o pessoal propaga a empresa como "a operadora oficial do Android", com seus 3 celulares (HTC Magic, Samsung Galaxy e o LG qualquer coisa, que vai ser anunciado daqui a pouco). E a Claro arrancou a exclusividade temporária (até início de 2010) com o DEXT e vai lançar um Android que, se não é "barato", é certamente mais viável que a concorrência. A briga é boa e ficaremos de olho nos robozinhos simpáticos.