Calma. Se a reciclagem da USP for nesse naipe, seria fantástico. Mas essa foto é de um genial ensaio da Wired. Mas continuando…

A primeira fase do projeto desenvolvido pelo Centro de Computação Eletrônica (CCE), que começa em agosto, só reciclará PCs da própria USP (Campi São paulo, Piracicaba, São Carlos e Ribeirão Preto), que conta com 37.923 computadores, 15.702 impressoas e 4.569 equipamentos de rede. A partir do ano que vem será aberto pra todo mundo que não quer ficar com aquele museu em casa ocupando o armário. Muito legal, apoiamos! Se ao menos a USP fosse perto de, não sei, qualquer coisa! O preço do táxi até lá dá pra pagar o upgrade do computador, de qualquer ponto de São Paulo. [Folha e G1]