Usinas geotérmicas geram energia usando água aquecida por pedras quentes subterrâneas. Mas e se nós pudessemos gerar energia diretamente do magma borbulhante debaixo da terra? Na Islândia, uma descoberta acidental permitiu a cientistas colocarem um cano até o magma para testar a ideia – e os resultados da experiência foram publicadas no diário Geothermics.

Como uma terra de vulcões, a Islândia já consegue um terço da sua eletricidade e 95% do aquecimento doméstico da energia geotérmica subterrânea. Há quatro anos, geólogos e representantes da indústria do Projeto de Perfuração Profunda da Islândia (IDDP, da sigla em inglês) estavam trabalhando em poços de exploração para uma usina geotérmica quando acertaram o que não deviam. Após apenas 2km de perfuração, um bolsão de magma inundou o poço.

É bem raro que magma derretido esteja tão próximo à superfície da Terra, e esse é o grande motivo para a energia do magma ser considerada inviável. Mas esta descoberta fez os cientistas pensarem, e pensarem. Eles cimentaram um tubo de aço no poço cheio de magma, e despejaram água para criar um vapor super quente.

19dvd3asagayjjpg

Imagem via  Guðmundur Ó. Friðleifsson

O vapor em alta pressão e a 450ºC pode produzir quase sete vezes mais energia do que um poço geotérmico tradicional, diz o co-autor do estudo, professor Wilfred Elders da Universidade da Califórnia, ao Livescience. O vapor, que fluiu por meses, foi também o mais quente registrado do calor geotérmico.

Um sistema que poderia controlar o magma derretido é uma façanha da engenharia por si só, mas, é claro, existem algumas advertências antes de alguém receber eletricidade de magma. Mesmo que o poço produzisse vapor, ele nunca era conectado a uma usina para gerar eletricidade, e alguns problemas de equipamentos forçaram o seu abandono. Os cientistas esperam perfurar outro poço para continuar as experiências.

O maior desafio para a energia de magma é encontrar o magma próximo à superfície (apenas um único outro caso de perfuração até o magma foi registrado até hoje, no Havaí). Mas também é possível se aproveitar de descobertas acidentais como essa para melhorar a produção de energia geotérmica. Um dia, as lâmpadas de lava poderão significar algo completamente diferente. [Livescience]

Imagem de topo via Kristján Einarsson