Há 18.700 anos, uma supernova na constelação Circinus gerou uma estrela de nêutrons que gira a sete vezes por segundo, um pulsar de 20 quilômetros de diâmetro chamado PSR B1509-58. Sim, ou isto ou Deus quer um "toca aqui" de você.

Ou talvez ele esteja tentando pegar aquele burrito cósmico, de acordo com um dos comentaristas. A imagem, com 100 anos-luz de comprimento, foi capturada no observatório Chandra X-Ray. De acordo com a NASA, "os raios-x de baixa energia estão em vermelho, energias médias em verde, e energias altas em azul. O pulsar em si está na região central brilhante." [NASA]