Sofremos um baque enorme no começo dessa semana com a notícia de que a Microsoft estava decretando a morte do Paint ao encerrar seu suporte e deixar de lado a instalação prévia nas versões seguintes do Windows. O programa, favorito entre os desenhistas amadores, já estava deixando saudades. A companhia ouviu os fãs e anunciou que irá mantê-lo vivo, ainda que com a ajuda de aparelhos.

• Microsoft decreta a morte do Paint depois de 32 anos
• Como uma fonte da Microsoft virou prova em investigação de corrupção no Paquistão

Em uma publicação em seu blog oficial, a Microsoft esclareceu que o Paint “está aqui para ficar” e que ele “apenas terá um novo lar em breve”. O novo lar é a Windows Store, onde o Paint 3D estará disponível gratuitamente para todos os usuários. Segundo a empresa, essa versão melhorada do editor ainda terá as funcionalidades básicas com ferramentas de linhas, curvas e criação 2D.

O novo Paint possui as ferramentas clássicas para criação 2D, incluindo caneta, lápis, borracha, inserção de texto e de formas. A novidade são as “Formas 3D”, que incluem cubos, esferas, cilindros e também formas livres que o Paint preenche. As criações no software podem ser compartilhadas no site Remix3d.com, e modelos 3D podem ser baixados e editados.

Também haverá integração com a comunidade do SketchUp. No vídeo de demonstração abaixo, uma funcionária da Microsoft demonstra como é possível desenhar e colorir um peixe-palhaço semelhante ao Nemo usando a ferramenta. Você pode então colocar um plano de fundo e até mesmo objetos criados pela comunidade.

O aplicativo tem integração com impressoras 3D para que você possa materializar suas criações e até mesmo imprimir projetos do Minecraft. O Windows tem suporte nativo a impressoras 3D desde a versão 8.1, e isso está se tornando ainda mais profundo.

Não é a ressureição do software, já que ele não virá automaticamente instalado no Windows, como acontece em todas as versões do sistema operacional, desde 1985, mas já é um alento.

Imagem do topo: Microsoft