Moscou escolheu o design do seu primeiro novo parque público construído em quase meio século. O Zaryadye Park vai ocupar uma área de 52.000m² que teve bastante importância na história: foi lar de aristocratas do século 16, camponeses do século 18, uma reconstrução ordenada por Stalin, um plano fracassado de construir o arranha-céu mais alto da cidade, e, finalmente, o maior hotel do mundo – demolido em 2006.

Agora ele vai abrigar um parque projetado pela Diller Scofidio + Renfro, dos arquitetos de Nova York responsáveis pela High Line em Manhathan. De acordo com a DS+R, o parque será feito de quatro “microclimas”, cada um deles representando diferentes paisagens da Rússia – tundra, estepe, floresta e pântano. Também vai incluir pontos de observação, como os vistos acima, parecidos com os encontrados por High Line.

Não está claro como esses microclimas serão construídos – afinal, Moscou não é o melhor lugar para abrigar algo que lembra uma reserva natural artificial – mas até agora os arquitetos citaram “regulação de temperatura, controle do vento e estímulo de luz natural.” Mais detalhes devem surgir no próximos meses.

Foi Vladimir Putin, presidente da Rússia, quem fez a proposta da construção do parque, em 2012. Pelo jeito nem mesmo a Rússia consegue resistir à tentação de uma renovação urbana como a de High Line. [Moscow Times]

original