Já faz alguns anos que usei um celular da Motorola que poderia recomendar cegamente para um amigo (RIP Moto X 2013). Hoje, esse sentimento mudou quando eu peguei o novo Moto Z Play e o módulo de câmera que se encaixa magneticamente na traseira do aparelho, chamado de Hasselblad True Zoom Mod.

• Moto Z: nova marca topo de linha da Lenovo é um smartphone “modular” com duas versões
• Tudo sobre o novo Lenovo Moto Z e seus módulos Moto Snap
• Os prós e contras de remover a entrada para fone de ouvido dos smartphones

O Moto Z Play é praticamente idêntico em design ao Moto Z que vimos em junho, mas dessa vez, a Motorola fez uma alteração importante: incluiu uma entrada para fones de ouvido. Na outra versão, a fabricante abdicou da entrada de 3,5 mm para ter mais espaço, manter o celular fino e não o deixar volumoso ao colocar algum módulo.

O novo modelo deixa essa ideia de lado para algo mais prático. Eu uso meus fones de ouvido diariamente, então fiquei feliz que a Motorola decidiu trazê-la de volta.

Temos aqui uma tela Full-HD de 5,2 polegadas, processador octa-core Snapdragon 625, 3 GB de RAM, câmera traseira de 16 megapixels e bateria enorme de 3.510 mAh.

moto-z-play-hasselblad-1

O Moto Z Play, assim como o modelo mais novo, conta com os conectores na traseira que permitem incluir uma série de acessórios. Uma das modificações mais esperadas era o módulo de câmera.

O módulo – chamado de Hasselblad True Zoom (sim, aquela Hasselblad) – é uma câmera fina, do tamanho de um celular, que se encaixa facilmente no aparelho. Ela permite tirar fotografias a longas distâncias, com um zoom óptico de 10x e um flash xênon – coisas que geralmente encontramos apenas em câmeras compactas.

O acessório conta ainda com um disparador físico e tira fotos no formato RAW, que é uma característica importante para quem quer fotografar de forma mais profissional.

A câmera é ótima, mas também é pouquíssimo prática. Carregar a Hasselblad True Zoom por aí seria o equivalente a carregar dois celulares no bolso. Além disso, por melhor que seja seu sensor, ela nunca conseguiria alcançar a qualidade de câmeras DSLR ou mirrorless mais sofisticadas. O nível de detalhes ainda não chegou lá.

moto-z-play-hasselblad

A Hasselblad é útil para tirar fotos ridiculamente primorosas para o Instagram e outras redes sociais. As fotografias seriam um pouco mais nítidas e detalhadas do que a média, especialmente se você estiver usando o zoom. Mas, acho que nem os usuários mais populares do Instagram se preocupariam em usar uma coisa dessa.

O Moto Z Play estará disponível nos Estados Unidos – exclusivamente na operadora Verizon – a partir do dia 8 de setembro e custará US$ 408 (cerca de R$ 1.315 na conversão direta).

O módulo Hasselblad True Zoom também estará à venda pela Verizon na mesma data, por US$ 250 (cerca de R$ 805 na conversão direta), preço salgado dada a utilidade e praticidade do acessório, além da sua performance insatisfatória em ambientes com pouca luz. A ideia é legal, mas ainda não é aquilo que estamos procurando.