Seja por medo de infringir patente ou resultado de um lapso colossal de avaliação, o Android não saiu de fábrica com multitoque. Não se preocupe mais – o hardware estava pronto pra isso e os desenvolvedores paralelos ávidos em condescender.

O desenvolvedor Luke Hutchison bolou uma maneira de implementar o multitoque em alguns grandes aplicativos (Chrome e Maps), além de alguns aplicativos demo. Apesar da build atual não ser tão estável quanto o zoom multitoque do iPhone ou do Pre, com um pouco de ajuda dos desenvolvedores ela facilmente poderia ser – a solução ainda não tem aceleração OpenGL por enquanto, tendo sido lançada somente ontem. E mesmo com a ausência de aceleração por hardware, o desempenho é bastante razoável.

Infelizmente, esta não é das instalações mais fáceis de se realizar, já que as modificações de Hutchison em sua maioria são direto no kernel. Isto significa que você precisaria gravar em flash o firmware do seu telefone, o que o desenvolvedor educadamente descreve como tendo “zero risco” de travar seu telefone ou anular a garantia. Mais isto tudo ainda é muito novo e fresco – com um pouco de tempo e refinamento, o Android multitoque pode estar bem dentro do alcance de você, usuário médio. [Luke HutchisonValeu, Ryan!]

NT: deliciosamente interessante a escolha da música.