Então, você está de folga e quer aproveitar para ver um filme no Netflix. Mas que tipo de filme? Uma “comédia latino-americana visualmente impressionante”? Que tal um “filme emocional de superação aclamado pela crítica”? De repente, você fica paralisado com tantas opções: como o Atlantic descobriu, há absurdos 76.897 gêneros únicos e diferentes para você (tentar) escolher.

Alexis Madrigal conta como Todd Yellin, vice-presidente do Netflix, criou uma “teoria quântica” para classificar os filmes e séries oferecidos pelo serviço. Basicamente, cada título recebe – manualmente! – uma anotação sobre seu conteúdo (romântico, violento, assustador etc.), sobre seu final (feliz, triste ou ambíguo), local, período em que a história se passa, os empregos dos principais personagens… tudo.

A partir daí, um algoritmo criado pelos os engenheiros do Netflix gera as categorias malucas que o serviço oferece. Ou seja, obviamente há um elemento artificial; mas ele combina algo decidido por humanos. Por fim, o Netflix reúne as tags dos títulos que você assiste – e dos que você mais gosta – para assim recomendar filmes e séries.

netflix tags 2

Madrigal nota que o link http://movies.netflix.com/WiAltGenre?agid=1 traz cada microgênero que o Netflix criou na tentativa de fornecer a sugestão perfeita. Vá mudando o número na URL para descobrir as categorias: o número 203 traz “Filmes para chorar aclamados pela crítica”; no 574, há “Filmes de crime com viagem no tempo”; em 5200, temos “Filmes bregas dos anos 80″, e assim vai.

Alguns números não trazem categorias, enquanto outros não trazem nenhum título; afinal, o catálogo do Netflix muda com o tempo, e varia entre países. Além disso, há categorias de filmes em DVD e Blu-ray, e o Netflix não oferece esse serviço no Brasil – por isso elas estão vazias.

Usando um script, Alexis Madrigal reuniu todas as categorias; o processo demorou mais de 20 horas. Com isso, ele obteve informações curiosas sobre o catálogo do serviço. A maioria das tags trata de casamento, realeza e a experiência de ser pai/mãe. Há mais tags sobre cães e gatos do que sobre amizade!

netflix tags

Mas Madrigal foi além: ele analisou as categorias e descobriu como elas são “montadas”. Elas usam certos elementos que se repetem, listados nesta planilha. A fórmula para criar os microgêneros é esta:

Gênero (drama/comédia etc.) + local + adjetivo (independente/romântico etc.) + baseado em… + que se passa em… + da década de… + sobre… + para crianças de X a Y anos

Por exemplo, “Musical britânico e aclamado pela crítica, baseado em um livro, que se passa nos tempos antigos, da década de 80, sobre amizade, para crianças de 8 a 12 anos”.

Claro, nem toda categoria usa todos esses elementos; e elas precisam ter até 50 caracteres. Mas, após a trabalhosa tarefa de descobrir – e analisar – as tags, Madrigal nos ajuda a entender melhor as opções que vemos quando queremos assistir a algo no Netflix. Leia a matéria completa no link a seguir: [The Atlantic]