A região metropolitana de São Paulo corre sério risco de sofrer com racionamento e falta de água. O sistema Cantareira, que abastece a capital e mais dez cidades, está secando. E agora há uma ótima forma de acompanhar isto.

Matheus Murbach é desenvolvedor front-end e designer de interfaces, e criou um site simples e genial: ele mostra o nível de água das represas que abastecem a região metropolitana de São Paulo. Clique aqui para usar.

Os dados vêm diretamente da Sabesp, que atualiza diretamente a situação dos mananciais. Assim, você poderá ver o volume armazenado de água – que vem chegando a níveis críticos no sistema Cantareira – além da chuva acumulada no mês.

Dava para prevenir? Leia a série de reportagens sobre os rios de São Paulo

Saiba mais: A química por trás da água mineral

A Sabesp também mostra a média histórica de chuvas, o que ajuda a entender a escassez de água: em abril, o sistema Cantareira recebe 89,3 mm de chuvas, em média; este ano, foram só 56,5 mm. Isso não está presente no site de Murbach, mas pode ser facilmente incluído – ele já fez o trabalho pesado!

O site cumpre o importante papel de mostrar, de forma clara, como 8,1 milhões de pessoas poderão ser afetadas por um racionamento que parece cada vez mais inevitável. Visite-o aqui: [matheus.co]