Quando a Nokia mostrou pra mim pela primeira vez o seu Internet Tablet Maemo N800 com Linux, eu disse a eles que era legal e tal mas que o ideal seria este exato mesmo produto, só que menor e em forma de telefone. Parece que, dois anos depois, é pra lá que as coisas estão rumando.

 

“No longo prazo, o Linux será uma alternativa mais constante nos nossos telefones high-end”, disse à Reuters o vice-presidente da unidade da Nokia, Ukko Lappalainen.

 

 

“Eu não vejo nada no Android que o faria melhor que o Maemo Linux”, disse Lappalainen.

 

Estas declarações não necessariamente uma surpresa, especialmente porque, à menor menção de Linux, os Nokianos tendem a gritar ‘Maemo’ como se fosse um reflexo autômato.

Uma coisa que me veio à mente quando estava brincando com o novo N97 é que ele é bastante próximo do Telefone Internet Tablet que eu queria – os ícones de desktop ditos como a maneira revolucionária para os usuários personalizarem seus telefones são incrivelmente semelhantes ao que o Maemo teve desde o princípio e o hardware é muito semelhante ao tablet atualmente topo de linha, o N810. A única diferença é o Symbian, é lógico – o cavalo premiado da Nokia que eles não vão largar a mão tão cedo.

Assim, faz sentido eles jogarem o Android pra escanteio. A Nokia (ou, pelo menos, algumas equipes dentro da Nokia) propôs software open source muito antes do Android ser a menina dos olhos de Larry e Sergey. Mas onde está o Maemophone? [Reuters]