Esta é a placa-mãe do mais recente modelo do PS3 Slim. Graças àqueles dois quadrados prateados no meio, ela é mais econômica com eletricidade e mais lucrativa (ou potencialmente lucrativa) do que nunca.

O quadrado prateado à esquerda é o processador Cell de 45nm, que começou a ser incluído no primeiro modelo do PS3 Slim. Mas o quadrado da direita é novidade: trata-se da GPU RSX, que agora também é fabricada na escala 45nm.

Pode-se esperar uma redução de 15% do consumo de energia geral do PS3, assim como da probabilidade dele superaquecer. E, caso você tenha ações da Sony, saiba que a combinação de menos (e menores)  componentes de resfriamento e uma GPU menor, com menos chips em conjunto, significa uma Sony mais financeiramente saudável. [PlayStation University via gameindustrybiz via Engadget]