Você já deve conhecer o Asus Padfone, smartphone quad-core que se encaixa a uma tela e vira tablet. A Asus aproveitou a Mobile World Congress para lançar a terceira geração do híbrido, desta vez com tela Full-HD – tanto no smartphone como no tablet.

O Padfone Infinity é um smartphone com tela de 5 polegadas e resolução 1920 x 1080, o que traz 441 ppi em densidade de pixels. Ela também possui cobertura contra marcas de dedos.

Por dentro, você encontra um processador Snapdragon 600 quad-core de 1,7 GHz, 2 GB de RAM, 32/64 GB de espaço interno (sem entrada para microSD) e bateria de 2.400 mAh. Ele roda Android 4.2 Jelly Bean.

Ele ainda tem câmera de 13 megapixels com flash LED e lente f/2.0 de cinco elementos, que tira até oito fotos por segundo. Também há uma câmera frontal de 2MP, também com abertura f/2.0.

PadFone_Infinity_05-hero

Quanto ao dock de tablet, chamado PadFone Infinity Station, ele possui tela Full-HD de 10,1″ e uma bateria embutida, que promete dobrar o tempo máximo de uso do aparelho. Você encaixa o smartphone na saliência que fica atrás do dock.

Antes, a Asus permitia que o Padfone fosse encaixado em um dock para teclado, transformando seu tablet em netbook. No entanto, isto foi removido na geração anterior do aparelho – e parece que não voltou mais.

A pergunta que o novo Padfone Infinity precisa responder é: vale a pena transformar um smartphone Full-HD de cinco polegadas em um tablet? Se sim, vale a pena pagar tanto por isso? O combo celular+dock estreia na Europa por £799 / €999 em abril – por lá, isso é levemente mais caro que um Galaxy S III com um iPad 4. [Engadget e The Next Web]

PadFone_Infinity_02-hero PadFone_Infinity_04-hero