A futura plataforma Ivy Bridge, da Intel, tem sido comentada e festejada por meses mas na prática ainda foi pouco usada por consumidores. Agora, a aguardada CPU foi colocada em alguns dispositivos e uns poucos sortudos puderam botar suas mãos nelas antes de todo mundo. Como ela se sai? É poderosa. Muito poderosa. Poderosa como mais-rápido-que-um-notebook-com-placa-de-vídeo-dedicada.

Para ilustrar o quão poderoso o Ivy Bridge é, vamos usar os benchmarks do Laptop Review como exemplo. Eles brincaram com um HP Elitebook 8470p — que descende de uma linha conhecida mais pela sua praticidade do que desempenho — e colocaram-no frente a frente com uma grande variedade de notebooks grandes e pequenos baseados no Sandy Bridge. Ele superou a maioria dos computadores em quase todas as categorias, incluindo os topo de linha HP Envy 17 na pontuação geral no PC Mark (4520 contra 2703). Vale notar, ainda, que a sua placa de vídeo integrada Intel HD 4000 marcou 6,4 pontos no Índice de Experiência do Windows (WEI), algo consideravelmente maior que os 4,7 pontos da HD 3000 da geração passada no mesmo quesito.

Resumindo, o Ivy Bridge provavelmente valerá o custo da atualização por si só ou, no mínimo, o fará pensar muito bem nisso. [Laptop Review]