Apesar de ameaçar fechar as portas se uma mudança nas regras de pagamento dos cartões de crédito fosse aprovada pelo Banco Central, o Nubank disse hoje que isso não vai acontecer. Ninguém precisa se preocupar que, por enquanto, o Nubank não vai embora.

Nubank pode acabar se Banco Central confirmar mudança em regra de pagamento para lojistas
Nubank recebe investimento de US$ 80 mi para aumentar base de clientes

De acordo com uma nota publicada no Facebook, o Banco Central “mostrou hoje que não haverá nenhuma mudança abrupta ou unilateral nas regras de pagamento, e que trabalhará com os emissores, adquirentes, bandeiras e fintechs para definir como eventuais medidas podem ser implementadas de maneira sustentável, gradativa e sem prejudicar a competição, tão necessária nesse setor altamente concentrado.”

Em vez de simplesmente alterar o prazo de pagamento para lojistas, o Banco Central deve se juntar a instituições financeiras para chegar a uma regra que seja sustentável.

Assim, o Nubank garante que não vai acabar, mas não descarta mudanças no futuro. Segundo a empresa, antes de uma definição de possíveis mudanças nas regras do pagamento, é difícil dizer se não será necessário algum tipo de ajuste para que o Nubank continue ativo.

A ameaça de fechar as portas veio por causa de uma mudança na regra de pagamento para lojistas por parte das empresas que fornecem cartão de crédito: atualmente, elas têm 30 dias para pagar os lojistas por compras feitas em cartão de crédito. O Banco Central estuda reduzir para dois dias.

Ontem (19), o presidente do BC se reuniu com executivos do Nubank em São Paulo, pelo que consta em sua agenda oficial. Procuradas, as duas partes disseram ter tratado de “assuntos pertinentes ao setor”, mas não disseram se a reunião já estava agendada ou se foi marcada após os anúncios das alterações nas regras na semana passada.

Ao UOL, o BC explicou o seguinte: “A reunião do presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, com executivos da empresa Nubank, realizada nesta segunda-feira, teve como pauta assuntos pertinentes ao setor”. Perguntado sobre quando a reunião foi marcada: “Infelizmente, não cabe ao Banco Central dar detalhes sobre reuniões realizadas com entes privados.”

[Nubank]

Colaborou: UOL Economia

Atualizado às 18h20 com informações sobre a reunião do Nubank com o BC