O exército americano está abrindo o código do programa que utiliza para analisar ciberataques. Nos últimos cinco anos, sempre que a rede do Departamento de Defesa era atacada, o exército usava o framework da Dshell para fazer a análise forense dos ataques.

A decisão busca encorajar desenvolvedores a adicionar módulos customizados ao programa, o que ajudará o exército a entender o que acontece quando ocorrem ataques. Como ciberataques ao governo dos EUA são parecidos com os que ocorrem em outros lugares, permitir opiniões de fora do governo é uma forma de expandir o conhecimento do exército sobre os ataques.

yzu146xqocmiwj0dosth

“O sucesso do Dshell tem se limitado a um grupo de motivados trabalhadores de dentro governo, mas, até o próximo ano, deve representar um grupo muito maior. Esse grupo será formado por pessoas de conhecimento diversificado que irão nos ajudar a entender estes ataques tão comuns a todos nós,” disse William Glodek, chefe de uma filial dos laboratórios de pesquisa em segurança de rede do exército americano.

Você pode baixar o software Dshell no Github.

[Science Blog]

Imagem via Getty