Se esse vídeo não levar uma lágrima para seus olhos e não fizer você sorrir pelo resto do dia, você é um desgraçado sem coração. Assista do início ao fim – você não vai se arrepender.

Essa cover de Stand By Me foi gravada por artistas completamente desconhecidos num estúdio virtual em ruas ao redor do mundo. Tudo começou com uma trilha de base – vocais e violão – gravada nas ruas de Santa Mônica, Califórnia, por um músico de rua chamado Roger Ridley. A faixa então foi levada a Nova Orleans, Louisiana, onde Grandpa Elliot – um cantor cego do French Quarter – adicionou os vocais e a gaita enquanto ouvia a trilha gravada por Ridley no headphone. Na mesma cidade, Washboard Chaz adicionou percussão metalizada.

E daí em diante a coisa foge do controle – no bom sentido: os produtores levaram a mixagem resultante para a Europa, África e América do Sul, adicionando novas trilhas com múltiplos instrumentos e vocais que foram inseridos na versão final que você assiste no vídeo. Tudo feito com um simples laptop e alguns microfones.

Eu não sei quanto a você, mas o negócio me balançou. É a melhor versão do clássico do Ben E. King que já ouvi na minha vida. E eu provavelmente ouvi entre cinco e 2 bilhões delas. [Obrigado ao meu amigo Fernando]