Em 2011, fabricantes de smartphones enviaram às lojas e aos clientes 487,7 milhões de smartphones, contra 414,6 milhões de computadores entregues pela indústria — o número inclui desktops, laptops e tablets. Juntos. Nós já havíamos ouvido essa profecia, e agora ela se concretizou.

O estudo da Canalys usa dados de vendas globais de smartphones, e ajuda a fortalecer a teoria de que smartphones estão se tornando os aparelhos de computação de grande parte das pessoas. Isolando criação e produtividade, a maioria do que nós precisamos ou queremos achar na internet pode ser resolvido com um smartphone de menos de R$500. E eles estão cada vez mais populares.

Para mais números, veja a análise completa e detalhada da Canalys. [Canalys]