Isto se parece com a última imagem tirada de uma espaçonave da NASA abordando a superfície de um satélite nos arredores do Sistema Solar. Ou talvez uma imagem da viagem exploratória submarina mais profunda já feita.

Na verdade, trata-se de uma visualização ultravioleta da tatuagem no tornozelo direito do Otzi, aquele guerreiro da Idade da Pedra que foi encontrado por turistas nos Alpes, na fronteira ítalo-austríaca.

O Otzi foi congelado há 5300 anos e foi encontrado em um estado de conservação sem precedentes dada a sua idade, completo com tecidos moles, cabelo e seus utensílios. Ele agora pode ser visto com o mais assustador detalhe em um novo site depois dos pesquisadores tirarem 150 mil imagens em alta definição de 12 ângulos diferentes, inclusive visualizações 3D e UV. Usando uma interface semelhante ao Google Maps, você agora pode explorar e dar zoom para ver os mais minúsculos detalhes do seu corpo.

Para os pervertidos por aí, não, o bilau dele não estava nem congelado nem azul Dr. Manhattan. Simplesmente não estava lá. [Iceman Photo Scan]