O novo iPad tem uma tela Retina bem bonita, que teve seu preço: uma bateria maior que deixa o tablet mais grosso. Mas, aparentemente, o plano original era usar uma nova tecnologia de tela que tornaria o tablet mais fino e a bateria, mais leve. Eis o que aconteceu.

Faltou tempo. De acordo com Raymond Soneira, CEO da DisplayMate Technologies, a tela IGZO da Sharp era o que a Apple realmente queria usar no iPad de 2012. Esta tecnologia usa transistores menores e permite que mais luz passe pelo display. Isto permite que a tela possua menos LEDs, o que reduziria a necessidade de uma bateria tão grande.

Infelizmente, os painéis IGZO não estavam prontos a tempo para o lançamento do novo iPad, então a Apple usou a outra opção, que deixa o iPad mais grosso e mais pesado. Provavelmente por isso que a Samsung fabricou a primeira leva do novo iPad, e a Sharp entrou depois. Se isso tudo for verdade – parece bem plausível – então podemos esperar um novo-novo iPad 4 2013 mais fino e mais leve no ano que vem. [CNET via 9to5mac]