Com tudo ainda na base do rumor, já sabemos que o Google trabalha em um tablet com a grife Nexus para alavancar o Android em formatos com mais de 7″ e que ele provavelmente será fabricado pela ASUS com um preço bem acessível, de US$ 199, para bater de frente com o Kindle Fire. Novos rumores, porém, dão conta de que os planos do Google para seu primeiro tablet são ainda mais agressivos.

Segundo o Android and Me, o Google forçará um pouco a barra para entregar seu tablet Nexus não a US$ 199, mas a US$ 149. Para tanto, alguns sacrifícios se farão necessários, com destaque para o abandono do Tegra 3, SoC quad-core (ou “penta-core”) da NVIDIA. Soa estranho devido ao estardalhaço feito pelo pessoal de Santa Clara na CES e MWC em torno da nova versão do Tegra, mas faz sentido se a ideia é puxar para baixo o máximo possível o preço do tablet. Já o The Verge, que também recebeu informações sobre o aparelho, crê que o preço será realmente US$ 199.

Ainda segundo o mesmo blog, a ASUS teria concordado em abandonar o projeto do Eee MeMO Pad 370T (da foto acima) quando o Google chegou junto para propôr a parceria na criação do tablet Nexus.

É interessante notar como a abordagem nos tablets para a marca Nexus difere da dos smartphones. Quanto o Nexus One apareceu, ele tinha como objetivo puxar para cima as especificações e padrões no Android, logo, era e ainda hoje é um modelo high-end — aqui no Brasil, o Galaxy X, vulgo Galaxy Nexus, tem preço sugerido de R$ 2 mil. Já nos tablets, o Google mira no mercado low-end, mais especificamente no Kindle Fire, o único tablet Android que teve algum sucesso mas que, para desespero do pessoal de Mountain View, vem sem a “experiência Google”, recheado de equivalentes da Amazon, inclusive na lojinha de apps. E com o iPad, ninguém vai brigar? [Android and Me, via The Verge]