A camada de óxido metálico obrigatória na Califórnia segundo a lei dos "Carros Frios" que entra em vigor em 2010 não reflete apenas a luz do sol, mas também os sinais de celular e de GPS.

De certa forma, é um modo de matar dois perigosos coelhos com uma cajadada governamental: as pessoas não vão mais usar o celular ao volante (já que não terão uma boa recepção em lugar algum), e os carros terão um menor impacto ambiental, por não esquentarem tanto. O lance do GPS, porém, é preocupante.

Os fabricantes de carros, por sua vez, prefeririam uma cobertura que absorvesse a energia, não a refletisse. Dessa forma, os sinais digitais permaneceriam inalterados, mas os carros não ficariam tão frios. [Detroit News via TUAW]