Quase tudo que foi dito sobre o OS X Mavericks no evento de hoje da Apple já era conhecido. Quase. A grande surpresa é o preço: a atualização para a nova versão será gratuita e já está disponível.

Ao contrário do que aconteceu com o iOS 7, as principais mudanças do OS X Maverics não estão na aparência, mas sim debaixo do capô. O consumo de bateria foi melhorado e, segundo a Apple, garante uma hora a mais navegando na web ou uma hora e meia a mais vendo vídeos — e tudo isso só com software. A memória inativa pode ser comprimida para ocupar menos espaço: 6GB podem ser espremidos e virar 4GB de RAM. O controle da placa de vídeo no Mavericks também chama a atenção: ela é silenciosa e calma quando não é necessário e poderosa quando o bicho pega.

As notificações também ganham melhorias e o Finder recebeu suporte a tags. Também há novos recursos no Safari, como uma lista de links compartilhados e uma nova visualização de leitura. As novidades também estão nos apps: Maps e iBooks chegaram para os Macs também, e o Calendar foi redesenhado. E tudo se integra muito bem, obrigado: dá para copiar coisas do iBooks para o Pages ou mandar caminhos do Maps do MacBook para o iPhone, por exemplo.

Mas a grande novidade é mesmo o preço. Você não paga nada para atualizar. Nada. É de graça. E você pode atualizar seu iMac ou MacBook Pro de 2007, seu MacBook Air, MacBook ou Mac Pro de 2008 ou seu Mac Mini de 2009 agora.