Quando o iPhone 4 foi revelado, era óbvio que seu design era mais frágil que as gerações passadas: se você usar dois painéis de vidro, a taxa de quebras acidentais também deve aumentar. Agora temos dados para confirmar esta teoria.

De acordo com a empresa de garantia para aparelhos eletrônicos SquareTrade, o "vidro de aluminossilicato parece quebrar pelo menos tanto quanto o vidro do modelo anterior". Os dados mostram que 3,9% de todos os donos de iPhone 4 nos EUA levaram seu aparelho para a garantia com um painel de vidro quebrado – ou seja, ou a tela ou a parte traseira, também de vidro – nos primeiros quatro meses. Com o iPhone 3GS, esta porcentagem foi de apenas 2,1%.

Os números também mostram que 82% de todos os acidentes com o iPhone 4 envolvem painéis de vidro rachados, enquanto no iPhone 3GS este valor era de 76%:

A empresa diz que "pelo menos um quarto dos registros de vidro quebrado envolvem a parte traseira". Era de se esperar uma divisão meio a meio entre painéis frontais e traseiros quebrados, mas o vidro traseiro deve quebrar menos devido aos cases protetores.

No entanto, apesar de a SquareTrade concluir que "o iPhone 4 é significativamente mais suscetível a danos físicos do que seu predecessor", eles não conseguiram encontrar qualquer relação entre a quebra do vidro traseiro e cases para o iPhone.

A porcentagem total de acidentes por aparelho vendido aumentou também: de 2,8% do iPhone 3GS para 4,7% do iPhone 4. Isso é quase 70% de aumento. Quem sabe a Apple use um material mais resistente no próximo iPhone. [SquareTrade via MacRumors]