No futuro, talvez não precisemos mais de facas na cozinha, pelo menos não para preparar alimentos. Esta é a ideia por trás do “Dispositivo laser inovador para cortar os alimentos“, elaborado por um estudante russo de design e que concorre ao James Dyson Award deste ano, que premia invenções voltadas para resolver problemas.

Isto parece algo saído da Polishop… do futuro. O dispositivo esférico, que ainda está em fase de protótipo, usa vários anéis giratórios com eletroímãs coordenados por um microprocessador interno para fatiar, cortar e picar vegetais, frutas ou carne de forma geometricamente perfeita, sem qualquer esforço. O usuário só precisa escolher, em um painel de controle no aparelho, qual o tipo de alimento e o corte desejado. E, sem muito ruído, o alimento sai cortado a laser.

Agora é ver se funciona mesmo! O vencedor do prêmio James Dyson será anunciado em novembro. [James Dyson via PSFK]