Um jovem pesquisador de San Francisco (EUA) morreu depois de ser infectado por um tipo altamente transmissível de meningococos que ele estudava – e há chances de que a doença possa se espalhar.

O CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças), órgão federal americano de saúde, anunciou a suspeita de que Richard Din, 25, foi fatalmente infectado por uma bactéria de seu próprio laboratório. Testes de biópsia estão sendo realizados em Din para confirmar a suspeita, de acordo com o Guardian.

Ironicamente, a pesquisa de Din estava focada em desenvolver uma vacina para proteger contra a bactéria incrivelmente perigosa chamada Neisseria meningitidis, que pode causar meningococcemia (tipo de infecção generalizada) e meningite.

Agora, dezenas de pessoas – incluindo parentes, amigos e colegas de trabalho dele – estão recebendo antibióticos como precaução. Din morreu menos de 24h depois de ficar doente, então se a bactéria tiver se espalhado, isso deve ficar bem aparente. [The Guardian]

Foto por Alexander Raths/Shutterstock