Logo após a descoberta da megaterra, astrônomos encontraram mais uma excelente notícia no espaço: um planeta potencialmente habitável a apenas 13 anos-luz da Terra.

Kapteyn b é um planeta que orbita a estrela Kapteyn na constelação do Pintor. Com cerca de cinco vezes a massa da Terra, o planeta possivelmente é rochoso e pode inclusive ter água líquida, segundo astrônomos, e ele completa uma volta na estrela de Kapteyn em 48 dias terrestres.

Os cientistas acreditam que, pela sua localização, o planeta é mais frio do que a Terra. Mas pode ser que sua temperatura seja bem parecida com a encontrada por aqui, dependendo da sua atmosfera – eles querem agora estudar essa atmosfera, e instrumentos que estão sendo desenvolvidos atualmente podem colaborar para isso.

E trata-se também de um planeta antigo. Ele tem cerca de 11,5 bilhões de anos de idade. É mais do que o dobro da Terra, e, portanto, tempo mais do que o suficiente para o desenvolvimento de vida como conhecemos.

A descoberta foi anunciada na Monthly Notices of the Royal Astronomical Society. E Kapteyn b não é o único a orbitar a estrela Kapteyn: os astrônomos também descobriram outro planeta, que recebeu o nome de Kapteyn C, que é ainda maior do que seu irmão, e demora 121 dias terrestres para completar um ano. No entanto, por estar mais distante da estrela de Kapteyn, é pouco provável que ele tenha água líquida – é um planeta frio demais para isso.

A descoberta dos dois planetas surpreendeu os cientistas. A estrela de Kapteyn é conhecida há bastante tempo – desde o fim do século 19 – mas até agora os astrônomos não sabiam que planetas a orbitavam. Bem, a verdade é que não sabemos quase nada sobre o universo como um todo. Mas, aos poucos, vamos descobrindo o que está no espaço. [Folha, Sci-News]

Imagem: representação artística de Kapteyn b via PHL / UPR Arecibo / Aladin Sky Atlas