Começa hoje, de verdade, a segunda edição da Campus Party em Recife (PE). A abertura foi ontem, mas o espaço do Chevrolet Hall começou a ser tomado mesmo hoje. O motivo é, claro, a sequência de palestras, conversas e jogatinas (você pode conferir a agenda aqui). E, já que estamos por aqui, demos um passeio fotográfico pelo local para mostrar para vocês como é a versão pernambucana dessa enorme esbórnia nerd. Acompanhe:

Em sua segunda edição, a Campus Party de Recife é consideravelmente menor do que a edição de São Paulo: o espaço reservado é cerca de um terço do tamanho do galpão utilizado nos últimos anos em SP. Isso, pelo menos, significa que as coisas são mais organizadas e um tanto menos caóticas.

cp10


E, como em toda Campus Party, há sempre um cidadão mais maluco do que o outro: essa galera, por exemplo, trouxe um televisor de 42 polegadas para jogar Street Fighter vs Tekken. Desconhecidos, curiosos e transeuntes paravam ali para observar, ou mesmo dar uns hadoukens.

cp1


Apesar de encontrarmos alguns dos já clássicos Computadores-Malucos-Que-Só-Vemos-Na-Campus-Party, o número é menor: com o crescimento desenfreado dos laptops, não faz tanto sentido trazer torre, teclado, monitor e outras traquitanas.

cp2


A Telefônica Vivo trouxe uma dessas conexões monstruosas para Recife: a operadora diz que a conexão é de 10 Gbps. Mesmo assim, não é difícil encontrar campuseiros reclamando da velocidade – e clamando por wi-fi, já que não há conexão sem fio oficial na Campus Party Recife, apenas via cabo.

cp13


Há uma série de hackathons no evento: o Hacker cidadão, por exemplo, visa a criação de soluções para o uso de todos. Há também maratonas de desenvolvimento para o Firefox OS, sistema operacional da Mozilla que chegará ao Brasil em breve.

cp12


E, apesar de ter as barracas já tradicionais do evento, a parte da manhã no primeiro dia da Campus Party já estava cheia dos chamados “zumbis”: a galera que fica jogando e zoando a madrugada toda e não aguenta muito o tranco no dia seguinte. Sofás, nesse caso, são sempre bem vindos.

cp7


Este aqui pelo menos tirou o chinelo para não sujar o sofá branco.

cp11


Continuaremos acompanhando a Campus Party aqui em Recife e traremos mais notícias em breve. Mais tarde, Martin Hollis, o homem da Rare por trás da criação do mais do que clássico jogo GoldenEye 007 estará no palco principal. Fique de olho.

O Gizmodo Brasil viajou para Recife a convite da Vivo. Todas as opiniões, como sempre, são nossas.