Apenas alguns dias após a Apple anunciar os novos Macbook Pro com tela Retina de 13 e 15 polegadas, o iFixit já colocou as mãos e vasculhou tudo o que há por dentro dos aparelhos. As entranhas são impressionantes, mas desmontar o aparelho é uma questão completamente diferente.

É quase desnecessário dizer que ambos os computadores estão equipados para voar. O iFixit explica que o modelo de 15 polegadas é “essencialmente a unidade de 2012 com algumas atualizações de desempenho”. Muitas das mudanças foram para pior, no entanto. “Agora não é mais possível trocar a entrada de fone de ouvido sem substituir a placa lógica”, explica. “Então a não ser que você seja bom em soldar, substituir a entrada de fone de ouvido pode custar US$ 1.000.” Ops. Não é surpreendente, portanto, que ele tenha recebido nota 1 em 10 em reparabilidade.

Como seu irmão maior, o novo Macbook Pro Retina de 13 polegadas não se saiu muito bem. É a mesma história: uma bateria colada convenientemente posicionada para cobrir parafusos importantes, uma tela presa à armação, RAM soldada, um SSD que não é padronizado… basicamente, qualquer coisa que dificulte o processo de conserto do aparelho. Novamente, a nota foi 1 em 10 em reparabilidade.

Uma característica interessante em ambos os laptops é a bateria em tamanho reduzido. A Apple se apoia na eficiência do processador Haswell e no gerenciamento de energia do Mavericks para conseguir a mesma vida útil de bateria em células menores. É vergonhoso que ela tenha seguido este caminho em vez de oferecer mais vida útil no aparelho. Você pode conferir o desmonte completo dos dois modelos nos links a seguir: [iFixit 13-Inch teardown,iFixit 15-inch teardown]