Já tive muitas experiências particulares estragadas só porque empresas mudaram as coisas na nuvem. Cheguei a um estado depressivo de sentir que não sou dono de nada na nuvem e não tenho capacidade de manter as coisas funcionando do jeito que elas funcionam. Recursos mudam e são removidos, coisas das quais você depende desaparecem e por aí vai. E nenhuma empresa jamais assumirá a culpa. É raro sabermos o que realmente aconteceu.

Pouco tempo depois de atualizar para o Mountain Lion, um dos meus três calendários principais do Google desapareceu. Ele não existe mais. Tenho múltiplos calendários no Google e algumas pessoas têm permissão para ler enquanto outras podem criar eventos, mas só eu tenho uma conta de administrador capaz de apagar um calendário. Eu nunca fiz isso e já me certifiquei de que não é uma tarefa fácil. Na realidade, uma caixa de diálogo aparece lhe informando de que você perderá todos os seus compromissos. Eu jamais faria isso.

Felizmente, o iCal e o BusyCal têm cópias daquele calendário, embora elas não sejam atualizadas. Minha esposa exportou o calendário do iCal e eu criei um novo calendário no BusyCal e importei os compromissos. Nem todos foram salvos e isso levou a conflitos de agenda que tiveram um impacto ENORME em minha vida, incluindo reagendamentos precipitados para o meu cronograma da semana que vem e algumas questões financeiras.

Como eu sou o único administrador, cheguei a duas hipóteses sobre o que pode ter acontecido. Algum zeloso funcionário do GOogle talvez estivesse vendo os meus calendários (não me importaria) e acidentalmente apagou um. Ou algum hacker conseguiu a minha senha e apagou apenas um calendário. Nenhuma delas faz sentido. Eu configurei aquele método de segurança em duas etapas para minha Conta Google, com senhas esquisitas que você nunca mais verá novamente sendo geradas para apps como o Apple Mail e minhas contas de Exchange Server no iPhone e meus smartphones Android. Também se aplica a alguns apps como o BusyCal, mas aquilo não desencadeou nada para mim de imediato.

Então, ontem à noite eu recebi um email do BusyCal dizendo basicamente para apagar os dados antes de atualizar para o Mountain Lion. Depois de atualizado, aí sim você poderia voltar com o BusyCal e fazer suas coisas. Clique. O BusyCal tem meu acesso ao Google e privilégio de administrador, exatamente como eu tenho. E também esses outros dispositivos. Algo mudou com o Mountain Lion e o BusyCal acabou apagando meu calendário do Google. Isso deve ter acontecido com outras pessoas também, já que recebi o aviso do BusyCal uma ou duas semanas depois da atualização para o Mountain Lion.

Quando vi a conta do Gizmodo no Twitter ser hackeada devido a um acesso ilegal orquestrado por engenharia social na conta no iCloud de Mat Honan, achei que tinha sido mais do mesmo.

Isso sugere uma responsabilidade dos provedores de serviço para se recuperarem de eventos do tipo, sejam eles causados por malícia ou acidentalmente, ou por software mal feito. Nossas “liberdades” vêm de regulamentações. A Carta dos Direitos diz “[alguém] não deve [fazer coisas ruins]”. A regulamentação é o único caminho para termos um bit do que confiamos à nuvem. Acredito que a regulamentação se aplica aos bancos e àquele dinheiro que, perdido sem que tenha sido culpa sua, é reposto — pelo menos para grandes quantias. Por que não para a nuvem também? E é bom que algo assim comece agora, não daqui a 30 anos, quando já será tarde demais.

Caras como nós estamos nos primeiros estágios em muitas coisas que serão normais daqui a cinco anos. Sendo assim, imagino que esse tipo de ocorrência tenderá a ficar pior com o tempo.

Steve Wozniak é co-fundador da Apple.